Home » » Elvis Presley - O Legado de Leiber e Stoller

Elvis Presley - O Legado de Leiber e Stoller

Jerry Leiber, nascido em 1933, era o filho de imigrantes judeus da Polônia que chegaram nos EUA no inicio do século XX. Teve uma infância muito difícil sendo criado no gueto mais barra pesada de Baltimore. Anos depois se mudou com a família para Los Angeles em busca de um futuro melhor. Mike Stoller, também nascido em 1933 em L.A, sempre foi influenciado pelo Blues e pelo Boogie Woogie de sua infância e adolescência. Tamanha paixão pela música levou Stoller a tocar bateria num conjunto de jazz no Los Angeles City College. Foi através de um colega de bateria da escola que ele um dia conheceu Jerry que estudava num colégio perto do seu, o Fairfax High. Eles então começaram a fazer umas melodias simples em ritmo de Jazz e Blues, para tocar com a banda para os colegas de escola durante o fim de semana.

Separados eles nunca passaram de jovens comuns dos EUA de sua época, mas quando se conheceram e começaram a compor canções juntos naquele verão, levados pela sua paixão comum pela música negra, com Leiber como letrista da dupla e Stoller como autor das melodias, transformaram toda uma era apenas com a magia de sua música. Leiber & Stoller, grandes compositores do começo do Rock'n'Roll tiveram suas canções gravadas pelos maiores nomes do Rock Mundial. Basta dar uma olhada em uma pequena lista para se chegar a conclusão que eles foram realmente grandes: The Beatles, The Rolling Stones, The Beach Boys, James Brown, Little Richard, Buddy Holly, Everly Brothers, Bill Halley, Aretha Flanklin, B.B.King, The Clovers, The Drifters, The Coasters, Peggy Lee, todos eles cantaram e gravaram as maravilhas musicas escritas pela dupla.

Mas foi com Elvis Presley, que Leiber e Stoller conseguiram atingir o auge e compor as músicas mais conhecidas do Rock'n'Roll da terra de Tio Sam. Tudo começou quando o produtor Steve Sholes sugeriu a Elvis que ele gravasse uma música chamada "Hound Dog". Inicialmente Elvis não achou uma boa ideia. A música tinha uma letra que nitidamente era composta para ser cantada por uma cantora e não um cantor. Os autores desta canção eram justamente a dupla Leiber e Stoller. Anos depois o próprio Leiber confirmou o fato, a música havido sido sim composta para ser cantada por uma voz feminina, pois a letra era um desabafo de uma mulher para o seu marido. Quando ouviu a versão de Elvis, que já estava no primeiro lugar das paradas, ele chegou a conclusão que a versão de Elvis era tão boa que este fato tinha se tornado um mero detalhe.

Elvis logo quis conhecer a dupla e em pouco tempo eles já estavam discutindo e conversando sobre música como velhos amigos. A Fusão Elvis + Leiber + Stoller foi definitiva, a simbiose foi tamanha que juntos eles conseguiram chegar mais de uma dezena de vezes no Topo das paradas americanas e inglesas. Sozinho, Elvis gravou muitas das músicas da dupla como por exemplo "Jailhouse Rock", "Don't", "Love Me", "Hound Dog", "Loving You", "Treat me Nice", "Trouble", "King Creole" e tantas outras que sempre estarão no coração de todo fã de Elvis Presley.

Elvis Presley, aliás, nutria uma grande amizade com a dupla e reconhecia publicamente o grande talento deles. Inúmeras vezes, nos anos 50, Elvis esperava a chegada da dupla, para só então entrar em estúdio. Ele sempre queria discutir arranjos e ouvir a opinião dos dois autores. As melhores trilhas de Elvis são aquelas em que Leiber e Stoller se fazem mais presentes como "King Creole", "Loving You" e "Jailhouse Rock", clássicos absolutos de todos os tempos. Elvis inclusive fez questão de colocar a dupla em uma cena do filme "Jailhouse Rock". Eles tiveram também um importante papel a desempenhar, exercendo uma influência altamente benéfica sobre o Rei, levando o cantor a ouvir outros tipos de música, enriquecendo sua formação musical. Chegaram inclusive a propor a Elvis que, juntos, poderiam montar um grande musical na Broadway. Elvis adorou a ideia, pois ele adorava dançar e este Show seria uma oportunidade única de fazer um grande trabalho. Mas, infelizmente, em 1958 Elvis foi convocado para o Exército e foi despachado para cumprir seu serviço militar na Alemanha. Os projetos foram cancelados e começou a surgir uma imensa dúvida sobre o futuro do Rei do Rock.

O último trabalho de Elvis com a dupla nos anos 50 foi a gravação da maravilhosa trilha de "King Creole", onde Leiber e Stoller participaram efetivamente de todos os trabalhos de direção musical. O Jazz que eles tanto amavam agora aparecia, mesmo que timidamente, em uma trilha sonora de Elvis Presley. Nos anos 60, quando Elvis retornou do Exército, foi armado um grande esquema promocional sobre ele e novos compositores foram especialmente contratados para escrever suas canções. Leiber e Stoller iriam continuar a compor para Elvis temas como "She's Not You" e "Just Tell Her Jim Said Hello" (ambas foram lançadas em singles de grande sucesso). Até o filme fraquinho "Girls, Girls, Girls" ganhou um tema principal maravilhoso escrito pela dupla. Porém, na primeira metade dos anos 60 ocorreu a crise entre Leiber e Stoller e o coronel Tom Parker (empresário de Elvis). Parker exercia uma enorme pressão sobre a carreira de Elvis e começou a boicotar a dupla alegando que eles estavam exercendo uma "má influência" sobre o cantor. Além disso achava a dupla "cara demais". Na realidade o Coronel havia se irritado quando soube que Leiber havia proposto um projeto de musical para Elvis. Como Tom Parker soube que o projeto havia sido levado ao cantor sem passar por ele antes, resolveu dar um basta e afastou a dupla da carreira de Elvis. Nada de compositores independentes demais colocando ideias na cabeça de seu pupilo. No final do conflito quem acabou pagando caro demais foi o próprio Elvis e o mundo da música.

Leiber e Stoller deixaram Elvis e seguiram em frente na sua carreira compondo para outros grandes nomes da música norte americana, e solidificando o seu prestigio com canções eternas como "Will you Still love me Tomorrow", "Leader of the Park", "Chapel of Love", "Stand by Me", "Kansas City", "Searchin", "Young Blood", "Is That All There Is" e tantas outras que seria praticamente impossível citar todas. Nos anos 70 ainda haveria uma tímida reaproximação com Elvis quando esse gravou mais duas canções da dupla mas foi só. Nunca mais se viram ou se falaram pessoalmente. De qualquer forma Leiber e Stoller já tinham consolidado seu prestígio no meio musical e ganharam grandes prêmios e um belo reconhecimento internacional dos críticos. Ao contrário de outros compositores que ficaram presos a lenda de Elvis Presley, Leiber & Stoller ganharam luz própria e fizeram um grande caminho sozinhos. Algumas destas músicas chegaram ao primeiro lugar do Hit Parade norte americano. Apesar de tudo eles reconhecem a sua fase junto de Elvis como a "época dourada" de suas carreiras. Jerry na entrega do prêmio da ASCAP (American Society of Composers, Authors and Publishers) afirmou: "Fizemos muitas canções para muitos artistas diferentes, mas eu dedico este prêmio a um grande amigo que se foi, um artista que foi maior que a vida, uma lenda chamada Elvis Presley, muito obrigado a todos vocês". Hoje, Leiber e Stoller são uma das mais reconhecidas e importantes duplas de compositores de todos os tempos. Sua influência é tamanha que, em 1987 eles entraram no "Rock and Roll Hall of Fame" com todas as homenagens a que tinham direito. Nada mal para dois amigos que só queriam compor algumas musiquinhas de Jazz para se divertirem com os amigos.

Pablo Aluísio.

1 comentários:

Postagem em destaque

Elvis Presley - Snowbird

Elvis Presley - Snowbird (G. Mac Lellan) - O álbum "Elvis Country" começa com uma música que curiosamente não foi gravada nas s...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates