Home » » A Harley-Davidson de Elvis Presley

A Harley-Davidson de Elvis Presley

Tendo uma origem muito humilde assim que começou a ganhar algum dinheiro como cantor, Elvis começou a realizar alguns antigos sonhos de consumo. Embora fosse louco por carros, Cadillacs em especial, ele tinha também verdadeira adoração por motos. Como era um jovem de bom gosto assim que lhe caiu em mãos seu primeiro grande pagamento da Sun Records Elvis foi até um loja de Memphis especializada de propriedade de Tommy Taylor para comprar sua primeira moto, uma Harley-Davidson, é claro. Já naquela época a marca era um dos símbolos do país. Possante, barulhenta e com força, a Harley era o sonho de todo jovem aspirante a se tornar um clone de Marlon Brando em seu papel no filme “O Selvagem”.

A primeira Harley-Davidson de Elvis foi um modelo Harley 165. Ele fez um financiamento e a adquiriu em suaves prestações de US$ 47 dólares mensais. Essa era considerada uma moto de viagem, que tinha grande autonomia, podendo se deslocar por grandes distâncias sem grande consumo de combustível. Certamente Elvis ao comprá-la pensava em utilizar a moto para suas turnês, pelo menos quando se deslocava a cidades próximas a Memphis. A idéia não era do agrado de Gladys, sua mãe, que definitivamente odiava motocicletas pois tinha medo de que seu filho viesse a se acidentar. De qualquer modo Elvis ficou por longo período com a Harley 165. Muitas vezes gostava de viajar com ela ao lado do carro de sua banda, já que Elvis adorava a experiência de ir de cidade em cidade pilotando sua possante Harley-Davidson. Assim ele poderia facilmente se imaginar na pele de seus ídolos James Dean e Marlon Brando. Imagine você numa cidade do interior dos EUA na década de 50 vendo Elvis Presley montado em uma Harley para fazer um show em sua cidade natal. Nada mal não é mesmo?


Depois dessa moto que Elvis particularmente tinha grande carinho por ser a primeira e a mais rodada, ele reaolveu comprar uma nova motocicleta para comemorar o sucesso consolidado de seus discos, shows e filmes. Essa era uma muito mais moderna, uma Harley-Davidson modelo FLH ano 1957, em tamanho Jumbo, alimentada por um potente motor. A FLH era considerada uma sensação na época. Forte e espaçosa poderia levar um acompanhante com todo o conforto pois seu banco traseiro era estufado e muito confortável. Era a moto preferida de Elvis para passear com suas namoradas. Ao acelerar a máquina fazia um barulho peculiar que era impossível ignorar. Elvis novamente teve problemas com ela porque sua mãe Gadys a achava muito barulhenta e fumacenta. Essa é a moto que aparece na capa de um dos LPs de Elvis na década de 80, Elvis Rocker. Um ícone de sua carreira na década de 50.

Outra moto que foi uma de suas favoritas foi uma Harley-Davidson modelo Ironhead OHV Sportster 1957. Com silueta aerodinâmica essa era uma moto de velocidade acima de tudo. O modelo era usado nas corridas que gostava de promover com amigos. Foi com ela que Elvis acabou batendo seus recordes de velocidade.


Ao longo da vida Elvis nunca deixaria de comprar muitas motos. Mal saía um modelo novo que lhe interessasse e ele logo se apressava para comprar. Também gostava de modelos exóticos, com duas rodas traseiras. Outra característica de seu gosto pessoal era a preferência por modelos robustos, ostensivos. Por essa razão não gostava das marcas japonesas como a Honda pois as achava compactas demais. Andar de moto para ele era sempre um prazer renovado. O cantor nunca deixou o hábito de andar de motocicleta. Mesmo na década de 70, quando já estava quarentão, Elvis não dispensava um passeio pelas redondezas de Graceland. Não era raro ele surpreender os fãs ao sair da mansão pilotando um novo modelo. Era acima de tudo uma paixão antiga que jamais o abandonou.

Pablo Aluísio e Erick Steve.

4 comentários:

  1. A ironia é que em Carrossel de Emoções, logo no início no filme, antes de uma das indefeticveis brigas dos seus filmes desta época, quando cobrado pelo sujeto que vai apanhar se ele, Elvis, não gostava das motos americanas, ele faz uma entusiasmada defesa das motos Honda, que é a marca da moto que ele pilota neste filme.

    ResponderExcluir
  2. São coisas de Hollywood. Aliás acho aquela motoca de Roustabout bem fraquinha até. Teria sido melhor uma Harley mas a Paramount estava na verdade promovendo a marca no filme. Abraços, Pablo Aluísio.

    ResponderExcluir
  3. Eu também achei aquela moto meio furreca, mas achei que naquela época as motos boas eram daquele jeito.
    Que pena, pois acho que foi a única vez que o Elvis pode por uma jaqueta de couro e dar um de rebelde motoqueiro tipo o Selvagem de Marlon Brando, seu outro ídolo além do James Dean.

    ResponderExcluir
  4. Fala-se muito das motos Honda e Harley-Davidson. Sem dúvida são marcas notáveis de motocicletas. Mas não podemos nos esquecer de uma lenda em forma de moto: Triumph. De nacionalidade inglesa, a Triumph era o sonho de consumo de vários astros de Hollywood, entre eles o próprio Rei do Rock. Elvis Presley, Clint Eastwood e Bob Dylan adoravam suas Triumph Bonneville T120. Marlon Brando apareceu no clássico "O Selvagem" (1953) com uma Triumph Thunderbird 650cc, e Steve McQueen usou sua Triumph TR6 Trophy nas cenas mais memoráveis de "Fugindo do Inferno", de 1963.

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis Presley - The Next Step Is Love

The Next Step Is Love (Evans / Barnes) - Quando Elvis resolveu retomar o rumo de sua carreira e deixar Hollywood para trás ele procurou e...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates