Home » » Elvis Presley - Million Dollar Quartet

Elvis Presley - Million Dollar Quartet

É curioso como certos acontecimentos ao acaso acabam ganhando grande significado histórico. No dia 4 de dezembro de 1956 Elvis Presley resolveu dar uma voltinha por Memphis pois estava com agenda livre de fim de ano. Após um pequeno lanche em seu boteco preferido ele foi fazer uma pequena visita na Sun Records, o antigo estúdio de gravação no qual foi revelado. Quando Elvis estava de férias em Memphis era comum ele realizar pequenos passeios nostálgicos visitando lugares que tinham sido importantes em sua vida. Visitas na sua escola, passeios por lugares de sua juventude eram costumeiros. Geralmente acompanhado, Elvis gostava de mostrar ao convidado aspectos de seu passado que ele prezava. Nesse dia em particular Elvis resolveu ir na Sun bater um papo com Sam Phillips e a secretária Marion Keisker além dos velhos companheiros de estúdio. Chegando lá ele acabou encontrando vários músicos que estavam no batente naquele dia, almejando quem sabe gravar um novo sucesso nas paradas.

Nesse dia em particular Elvis esbarrou em Carl Perkins, Jerry Lee Lewis e Johnny Cash. Por um acaso do destino Sam Phillips se viu frente a frente com todos os grandes nomes da história da Sun Records de uma só vez, ao mesmo tempo. O clima era de amizade. Elvis conhecia todos eles, os tratava como colegas de trabalho, alguns eram velhos amigos de estrada como Johnny Cash ao qual Elvis gostava de contar piadas sujas para ambos rirem bastante. Carl Perkins também era um velho conhecido. Elvis inclusive tinha levado sua “Blue Suede Shoes” para a RCA em suas primeiras sessões o que tinha sido muito bom para Perkins pois a gravação tinha lhe rendido uma excelente grana extra. O único que Elvis não tinha muita intimidade era o The Killer Jerry Lee Lewis, que tinha chegado na Sun após ele sair de lá. Lewis estava acima de tudo fascinado em compartilhar aqueles preciosos momentos com Elvis. Com todos rindo e contando histórias divertidas Elvis resolveu dar uma canja acompanhada de seus colegas músicos. Sentou-se ao piano, olhou para Jerry Lewis e brincou: “Acho que sou a pessoa errada para estar aqui”. Lewis sorriu e respondeu: “Fique à vontade Elvis”.

Sam Phillips que não era bobo nem nada logo deu a ordem para seu engenheiro de som gravar tudo, não perder nenhum detalhe. Claro que Sam não tinha mais direitos sobre gravações realizadas por Elvis e jamais poderia lançar aquilo comercialmente pois o passe de Elvis pertencia à gigante RCA mas mesmo assim não iria deixar passar aquele registro em branco. Elvis muito à vontade, rindo e brincando, comandou a seleção musical – muito gospel acima de tudo, o que não era novidade nenhuma pois essa era uma preferência pessoal do cantor.

Quem ouve o Million Dollar Quartet geralmente estranha o resultado. Muitas músicas pela metade, conversas paralelas e até mesmo uma má qualidade de som. Tudo isso é normal, nenhum deles inclusive sabia que algo estava sendo gravado, informalidade completa acima de tudo. Elvis geralmente começava uma canção para logo depois pular para outra, tudo no meio de um clima completamente descontraído. De fato foi a única vez que tantos talentos dividiram um mesmo estúdio em todas as suas carreiras.

Em breve cada um deles iria sair da Sun Records para trilhar caminhos próprios. Carl Perkins sofreria um acidente que colocaria em risco toda sua vida artística. Debilitado não conseguiu levar em frente seu projeto musical. Para muitos Carl Perkins deveria ter trilhado os picos da glória ao invés de Elvis. Essa é uma visão simplificada. Embora talentoso ele jamais teve o carisma de Elvis ou seu talento nato para grandes apresentações. Outro que em breve veria sua carreira afundar seria Jerry Lee Lewis. Ao se casar com sua prima de 14 anos (que não tinha apenas idade de criança mas aparência também), Lewis foi crucificado pela imprensa inglesa quando fazia uma turnê por lá. As coisas pioraram quando retornou aos EUA, banido das emissoras, com contrato rescindido e suas músicas afundando nas paradas Lewis viu sua carreira sumir literalmente da noite para o dia. Em 1976, completamente embriagado, tentou entrar armado em Graceland, a mansão de Elvis, e foi preso pela polícia.

De fato o único do quarteto que conseguiu ter uma carreira sólida e firme, além de Elvis, foi Johnny Cash. Embora seja louvado também como um dos pioneiros do Rock a verdade pura e simples é que Cash era em essência um artista country (e dos bons). Cantando sobre os que vivem à margem da sociedade, como os pobres e presidiários, Cash construiu uma excelente carreira com discos extremamente relevantes.

Ao longo dos anos as gravações desse dia acabaram aparecendo no mercado de forma clandestina. Na era do vinil alguns discos piratas foram lançados - mudavam as capas mas o conteúdo era o mesmo. Tudo leva a crer que o material foi vazado por Sam Phillips para alguns colecionadores e esses promoveram lançamentos piratas. Depois com o fim do vinil houve um trabalho melhor em cima dos registros com sensível melhora de som. Os problemas envolvendo direitos autorais continuaram pois era bem complicado e caro lançar um CD envolvendo todos esses nomes cujos direitos pertencem a empresas diferentes, até mesmo nos dias atuais. Em suma, o chamado “Million Dollar Quartet” não passou de um grande acaso do destino. Nasceu espontaneamente e deixou registrado o encontro de todos esses grandes nomes da música americana. Nada mal para uma tarde de folga de Elvis em que ele só queria mesmo passar o tempo e jogar conversa fora com antigos colegas na Sun.

Pablo Aluísio.

1 comentários:

  1. Elvis Presley - Million Dollar Quartet
    Pablo Aluísio
    Todos os direitos reservados.

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes Tomorrow Never Comes (E. Tubb / J. Bond) - Um caso interessante em que o arranjo mais forte por part...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates