Home » » Jailhouse Rock / Treat Me Nice

Jailhouse Rock / Treat Me Nice

Seguramente um dos maiores sucessos de vendas da carreira de Elvis Presley. Embora haja uma certa incerteza no número exato de cópias vendidas estima-se que "Jailhouse Rock / Treat Me Nice" tenha vendido mais de 10 milhões de exemplares, um excelente número. Não tão expressivo como os 22 milhões de singles vendidos de "It´s Now Or Never" mas mesmo assim uma cifra robusta sob qualquer ângulo que se analise. Assim que chegou nas lojas o single vendeu absurdamente. Em poucos dias já estava na primeira posição da Billboard onde ficou por várias semanas reinando absoluto. O nome Elvis Presley significava vendas certas, um nome de ouro para indústria fonográfica. De fato por essa época de sua carreira Elvis estava literalmente no topo do mundo. Seus discos vendiam como nunca, seus shows tinham lotação esgotada semanas antes da apresentação e ele emplacava uma carreira no cinema. Com tanto dinheiro entrando Elvis resolveu sair de sua casa nos subúrbios de Memphis para comprar uma luxuosa mansão no mais puro estilo sulista - Graceland. Viver em sua residência se tornara impossível pois não havia segurança nem para ele e nem para suas família. As fãs mais exaltadas estavam sempre pulando as cercanias da casa e procurando por privacidade Elvis resolveu comprar a mansão Graceland por pouco mais de 100 mil dólares.

Se Elvis estava ficando cada vez mais rico e famoso o mesmo não se podia dizer de seu grupo musical. Scotty Moore e Bill Black estavam muito insatisfeitos com o que estava acontecendo. Embora estivessem no grupo musical mais famoso do mundo o fato é que isso não significou uma melhora em seu padrão de vida. Não houve retorno financeiro para eles. Bill Black, por exemplo, continuava a morar numa modesta casa de subúrbio em Memphis. Seu carro era de segunda mão e com família numerosa as contas não paravam de crescer. Elvis havia sido leal com eles, mesmo com a pressão de Tom Parker para contratar outros músicos, mas a grana nunca chegava para os caras. Elvis resolveu seguir com seu trio da época da Sun Records mas isso não significou uma melhoria de vida para todos eles. Para piorar os nomes deles sumiram dos discos. Na época da Sun os nomes de Scotty e Bill sempre eram creditados mas não na RCA. Apenas o The Jordanaires eram creditados nas contracapas dos álbuns de Elvis. O resto era simplesmente ignorado. Em vista disso o ressentimento foi crescendo dentro do conjunto. O problema é que todos essas questões acabaram criando uma certa tensão entre todos eles. Os músicos liam no jornal que Elvis estava vendendo 10 milhões de cópias de um compacto como esse mas suas vidas continuavam na mesma dureza de antes. Elvis ficava cada vez mais milionário enquanto seus antigos colegas de banda continuavam com o mesmo salário miserável dos tempos da Sun. Scotty Moore resumiu bem a situação: "Os caras que vendiam pipocas nos shows de Elvis ganhavam mais do que a gente. Era ridículo o nosso pagamento!". No fim das sessões de "Jailhouse Rock" Bill Black puxou Elvis de lado para expor os problemas. Elvis se mostrou surpreso com a situação e disse que falaria com o Coronel Parker sobre o que estava acontecendo com eles. O empresário tentou ainda escapar de um encontro direto com os rapazes o que adiou um pouco a saída deles mas os Blue Moon Boys estavam mesmo com os dias contados. Bill Black participaria de apenas mais algumas sessões antes de abandonar definitivamente Elvis. Scotty Moore também estava prestes a desistir. Para piorar o serviço militar continuava no pé de Elvis e ele provavelmente não escaparia de servir o exército americano. Apesar de todo o sucesso e glória havia de fato muitas sombras no ar naquele momento.

Jailhouse Rock (Jerry Leiber - Mike Stoller) - The warden threw a party in the county jail. / The prison band was there and they began to wail. / The band was jumpin' and the joint began to swing. / You should've heard those knocked out jailbirds sing. / Let's rock, everybody, let's rock. / Everybody in the whole cell block. / was dancin' to the Jailhouse Rock. / Spider Murphy played the tenor saxophone, / Little Joe was blowin' on the slide trombone. / The drummer boy from Illinois went crash, boom, bang, / the whole rhythm section was the Purple Gang. / Let's rock, everybody, let's rock. / Everybody in the whole cell block / was dancin' to the Jailhouse Rock. / Number forty-seven said to number three: / "You're the cutest jailbird I ever did see. / I sure would be delighted with your company, / come on and do the Jailhouse Rock with me. / Let's rock, everybody, let's rock. / Everybody in the whole cell block / was dancin' to the Jailhouse Rock. / The sad sack was a sittin' on a block of stone / way over in the corner weepin' all alone. / The warden said, "Hey, buddy, don't you be no square. / If you can't find a partner use a wooden chair. / Let's rock, everybody, let's rock. / Everybody in the whole cell block / was dancin' to the Jailhouse Rock / Shifty Henry said to Bugs, "For Heaven's sake, / no one's lookin', now's our chance to make a break." / Bugsy turned to Shifty and he said, "Nix nix, / I wanna stick around a while and get my kicks." / Let's rock, everybody, let's rock. / Everybody in the whole cell block / was dancin' to the Jailhouse Rock / dancin' to the Jailhouse Rock / dancin' to the Jailhouse Rock / dancin' to the Jailhouse Rock / dancin' to the Jailhouse Rock / (Jerry Leiber Music Co / Mike Stoller Music Co, ASCAP) 2:26 - Data de gravação: 30 de abril de 1957 - Local: Radio Recorders, Hollywood.

Treat Me Nice (Jerry Leiber - Mike Stoller) - When I walk through that door / Baby be polite / You're gonna make me sore / If you don't greet me right / Don't you ever kiss me once, kiss me twice / Treat me nice / I know that you've been told / It's not fair to tease / So if you come on cold / I'm really gonna freeze / If you don't want me to be cold as ice / Treat me nice / Make me feel at home / If you really care / Scratch my back and run your pretty / Fingers through my hair / You know I'll be your slave / If you ask me to / But if you don't behave / I'll walk right out on you / If you want my love then take my advice / Treat me nice / Make me feel at home / If you really care / Scratch my back and run your pretty / Fingers through my hair / You know I'll be your slave / If you ask me to / But if you don't behave / I'll walk right out on you / If you want my love then take my advice / Treat me nice / Treat me nice / If you really want my love then treat me nice / (Jerry Leiber Music Co / Mike Stoller Music Co, ASCAP) 2:10 - Data de gravação: 30 de abril de 1957 - Local: Radio Recorders, Hollywood.

Pablo Aluísio. 

1 comentários:

Postagem em destaque

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes Tomorrow Never Comes (E. Tubb / J. Bond) - Um caso interessante em que o arranjo mais forte por part...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates