Home » » Discografia Brasileira - Elvis Presley 1957

Discografia Brasileira - Elvis Presley 1957

1957 foi um ano ridículo para os fãs brasileiros de Elvis Presley. Imagine ser fã do cantor mais famoso do mundo e não ter acesso ao que ele está lançando nos EUA. É justamente isso que aconteceu aqui no Brasil no ano de 1957. A impressão que se passa é de que a filial da RCA em nosso país simplesmente não acreditava em Elvis como potencial de vendas. Só isso justifica o fato de não ter sido lançado nenhum álbum do cantor daquele ano no Brasil. É óbvio que o Brasil era muito atrasado em tudo (continua sendo) mas é complicado entender porque os álbuns “Loving You”, “Elvis Christmas Album” e a trilha de “Jailhouse Rock” completa não chegou aos fãs da época. O único “lançamento” em álbum daquele ano foi “Elvis” que foi lançado no ano anterior nos EUA. Pelo menos a edição nacional seguiu os passos da americana. Para se ter uma idéia do atraso o “Elvis Christmas Album” só chegou no mercado nacional quatro anos depois, com outra capa.

Na realidade os fãs nacionais consumiram em 1957 o que havia sido lançado um ano antes, em 1956, nos EUA. Ao invés de colocar os últimos lançamentos nas lojas a RCA Brasil lançou vários compactos duplos do primeiro disco americano de Elvis e a trilha sonora em compacto duplo de “Love Me Tender”. Em relação a esses compactos duplos outra peculiaridade é que eles trouxeram uma seleção de músicas diferentes das edições americanas. Fora isso nada de novo. A salvação veio nos singles que foram lançados por aqui com relativa rapidez, seguindo fielmente as edições americanas – menos nas capas pois nem todos seguiram a direção de arte original. Assim foram lançados cinco compactos, todos em 78 ou 45 RPM. A maior curiosidade nesse pacote foi o single “Don´t Leave Me Now / Baby I Don´t Care”, praticamente único no mundo, sem qualquer semelhança com a discografia norte-americana. Foi a forma encontrada pela RCA daqui de disponibilizar aos fãs o restante da trilha sonora de “Jailhouse Rock” que não foi lançada de forma completa como aconteceu nos EUA  (onde ganhou bela edição com todas as canções do filme no formato EP – Compacto Duplo).  Enfim, a discografia brasileira seguia aos trancos e barrancos, com atrasos, omissões e falhas, muitas falhas. Segue abaixo a relação de todos os itens lançados no Brasil em 1957:

Álbum:
Elvis
(Rip it Up / Love me / When my blue Moon Turns to Gold Again / Paralyzed / So Glad You're Mine / Old Sheep / Ready Teddy / Anyplace is Paradise / Long Tall Sally / First in Line / How do you Think I fell / How's The World Treating You)

Compactos Simples (Singles):
Too Much / Playing for Keeps
All Shook Up / That's When Your Heartaches Begin
Teddy Bear / Loving You
Jailhouse Rock / Treat Me Nice
Don´t Leave Me Now / Baby I Don´t Care

Compactos Duplos (EPs)
Elvis Presley
(Blue Suede Shoes / I Got a Woman / One-Sided Love Affair / I'm Counting On You)
Elvis Presley
(I Got a Woman / Tutti Frutti / One-Sided Love Affair / Trying to Get You)
Elvis
(Rip It Up / Love Me / Long Tall Sally / So Glad You-re Mine)
Love Me Tender
(Love Me Tender / Let Me / Poor Boy / We´re Gonna Move)

Pablo Aluísio.

21 comentários:

  1. Quais singles de 1957 sairam em 45 rpm?

    ResponderExcluir
  2. No Brasil apenas dois singles foram lançados em 45 RPM - Teddy Bear / Loving You
    Jailhouse Rock / Treat Me Nice.

    Abraços, Pablo Aluísio.

    ResponderExcluir
  3. Olá, amigos
    Não se deve chamar os discos de 78 rpm de "compacto simples". Os compactos simples medem
    um pouco menos de 7 polegadas e os 78 rpm medem 10 polegadas. E, no Brasil, com raríssimas
    exceções, os compactos simples eram 33 rpm.
    Se vocês retornarem, gostaria de comentar alguns erros na discografia de Elvis.

    ResponderExcluir
  4. Olá, gostaria de saber se esses 2 únicos compactos simples 45 rpm de Elvis Presley no Brasil tinham foto na capa ou eram envelopes simples sem foto. E, eles são dos anos 50?

    ResponderExcluir
  5. Olá, repare como da discografia dos 2 primeiros compactos duplos brasileiros de Elvis duas músicas se repetem. Não é assim. O repertório do primeiro disco está incorreto e, do segundo disco, as músicas estão
    fora de ordem. E outro ponto: eles não são de 1957. Eles são de 1956. Na contracapa do primeiro LP de Elvis no Brasil ( BKL-60, lançado em 1956 ) esses dois compactos duplos já são anunciados como discos
    lançados antes do LP. Tenho esses 3 discos e mais tarde passarei o repertório certo.

    ResponderExcluir
  6. Olá Fernando,
    Vamos aos seus questionamentos
    O termo compacto simples no Brasil se popularizou para definir o compacto de duas canções. O compacto duplo trazia quatro (ou até cinco) músicas. Nos EUA a classificação e a denominação são diversas. Mercados diferentes, outras designações como é comum acontecer.

    ResponderExcluir
  7. Em relação aos compactos duplos fica registrado sua observação. Essa lista acima foi retirada do livro "Elvis Mito e Realidade" de Maurício Camargo Brito. De qualquer maneira sua retificação vem em boa hora.

    ResponderExcluir
  8. Por fim...
    As edições nacionais eram extremamente simples. Assim a "capa" que sequer pode ser chamada assim, eram na verdade meros envelopes padrão da RCA Brasil, sem luxos e nem fotos. Não se pode sequer comparar com as edições americanas, bem mais produzidas.

    ResponderExcluir
  9. Agradeço muito o retorno. Só hoje pude ver. Visando melhorar as informações do seu site, que é uma fonte de consulta importante para todos nós, relato abaixo o repertório dos dois primeiros compactos duplos de Elvis no Brasil. No Brasil foram lançados (nos anos 50) 7 compactos duplos 45 rpm de Elvis. Nos EUA foram lançados 19 compactos duplos (e mais 1 de Natal e 2 de gospel), estamos falando de anos 50.
    Os dois primeiros do Brasil:
    584-0015 lado 1 Blue Suede Shoes / I'm Counting On You
    lado 2 I'm Gonna Sit Right Down And Cry / I'll Never Let You Go
    584-0016 lado 1 I Got A Woman / One-Sided Love Affair
    lado 2 Tutti Frutti / Tryin' To Get To You (gostaria que você retornasse acusando o recebimento do email)

    ResponderExcluir
  10. Obrigado Fernando, essas são ótimas informações para os colecionadores, principalmente os brasileiros. Infelizmente a filial da RCA no Brasil não teve a preocupação de catalogar com exatidão os lançamentos nacionais tal como ocorreu nos Estados Unidos. Por isso de tempos em tempos surgem essas informações desencontradas. De qualquer forma agradeço bastante sua colaboração. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  11. Recebi o seu retorno de 6 de agosto. Vou fazer uma pequena correção na minha carta em que mencionei a discografia de Extended Plays de Elvis nos EUA : em vez de 1 compacto duplo de Natal e 2 de gospel, o certo é 2 compactos duplos de Natal e 1 de gospel, ou seja: Elvis Sings Christmas Songs e Christmas With
    Elvis e o de gospel é Peace In The Valley. Nos restantes continua sendo 19 compactos duplos lançados nos EUA na década de 50. Desses 19, dois deles foram lançados juntos debaixo da mesma capa.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Aluisio. Quanto a data de lançamento dos dois primeiros compactos duplos de Elvis no Brasil, você pode transportá-los sem receio nenhum para 1956.

    ResponderExcluir
  13. Obrigado pelos esclarecimentos Fernando. Eles acrescentam muito ao blog como um todo. O importante é trazer sempre boas informações. Um grande abraço, Pablo Aluísio.

    ResponderExcluir
  14. Olá, Pablo Aluísio. Veja os discos de Elvis no Brasil em 1956, entre junho e dezembro. 1) 78 rpm: 82-1181 Heartbreak Hotel/I Was The One; 82-1199 Blue Suede Shoes/Trying To Get To You; 82-1200 Tutti Frutti/I Got a woman; 82-1218 Any Way You Want Me/Love Me Tender; 82-1223 Hound Dog/Don't Be Cruel; 82-1224 Blue Moon/Just Because -----2) Compactos Duplos 45 rpm: 584-0015 e 584-0016 (já enviei as músicas certas)------3) Long Play 33rpm: BKL-60 ELVIS PRESLEY (Todos sabemos quais são as músicas).
    Os seus 78 rpm estão absolutamente certos, faltando apenas a ordem certa e o nº de registro.

    ResponderExcluir
  15. Mais uma vez meu muito obrigado Fernando.
    Aproveitando deixo o convite para você caso queira escrever algum texto para nosso blog. Nosso espaço é sempre aberto a todos. Um grande abraço do seu amigo em Elvis, Pablo Aluísio.

    ResponderExcluir
  16. Olá, Pablo Aluísio. Assim que eu escrever alguma coisa interessante, eu aviso. Gostaria de mandar o meu texto para o email de vocês (que eu não tenho). Neste espaço aqui é impossível fazer um parágrafo, etc...
    Creio que vou escrever, primeiramente, sobre os compactos duplos 45 rpm de Elvis que foram lançados
    nos anos 50. Há tempos monto na internet uns programinhas intitulados ELVIS - OS ORIGINAIS, onde eu
    mostro o vídeo e/ou áudio da música original que inspirou Elvis a gravá-la. Depois vem a gravação de Elvis.
    Tudo isso com um pequeno texto falando do músico, datas, o contexto, etc... Modéstia à parte, é muito legal. Mande-me o seu email que eu começarei por "Mystery Train" e depois "Blue Moon of Kentucky".
    No caso de você divulgar os meus textos ou mostrar o programa ELVIS - OS ORIGINAIS, gostaria que
    você desse o crédito para mim porque isso é importante para mim.

    ResponderExcluir
  17. Obrigado Fernando. Então quando tiver algum texto me avise. Não se preocupe, sempre que seu texto for publicado será devidamente creditado. Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Olá, Pablo Aluisio. Estou deixando virem à tona as ideias para escrever sobre os Extended Play 45 rpm brasileiros dos anos 50. Tenho todos eles e será interessante falar sobre o repertório de cada disco. Não gosto de escrever textos longos e nem de ler textos muito longos. Espero que eu tenha liberdade quanto ao tamanho do texto.

    ResponderExcluir
  19. Certo Fernando, quando estiver pronto o texto o envie para: pabloaluisio@yahoo.com

    ResponderExcluir
  20. Olá, Pablo Aluísio. Ainda não escrevi o texto sobre Elvis e os sete Extended Play 45 rpm brasileiros dos anos 50. Não me veio ainda um inspiração legal de como encaixar esses discos num texto interessante. Eu poderia apenas citar os discos, o repertório de cada um, os números de registro,
    as datas aproximadas (somente o ano), mas fica melhor dentro de uma história, dentro de um texto.
    Assim que eu tiver com a vida mais calma, tentarei criar esse texto.

    ResponderExcluir
  21. Tudo bem Fernando.
    Abraços,
    Pablo Aluísio.

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis Presley - Snowbird

Elvis Presley - Snowbird (G. Mac Lellan) - O álbum "Elvis Country" começa com uma música que curiosamente não foi gravada nas s...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates