Home » » Entrevista: Elvis Presley, 1957 - Parte 2

Entrevista: Elvis Presley, 1957 - Parte 2

Imprensa: O que é este lindo anel em sua mão esquerda?

Elvis Presley: É uma estrela de safira. Uma garota me deu esse anel na Califórnia.

Imprensa: Elvis, você fuma maconha para ajudá-lo a entrar em transe, antes do show?

Elvis Presley: (Elvis dá uma risada debochada)

Imprensa: O que é mais difícil para você? Fazer filmes, TV ou colocar o pé na estrada para fazer shows?

Elvis Presley: Bem, viajar é a parte mais dura. É realmente difícil. Você está numa cidade, faz um show, sai de cena, entra no carro e vai para a próxima cidade e tudo se repete mais uma vez. É cansativo.

Imprensa: Após o show, como você gosta de relaxar?

Elvis Presley: Bem, vamos tomar por base o show que fiz na noite passada. Fizemos um show em Vancouver e não consegui dormir até por volta das dez horas de hoje. Você simplesmente fica ligado demais para poder conseguir dormir. Tudo estava acertado para que eu chegasse hoje em Los Angeles, mas tudo ficou atrasado por causa desse show da noite anterior.

Imprensa: O que você faz antes de um show para diminuir a carga de excitação e tensão?

Elvis Presley: Eu apenas ando de um lugar a outro, bem devagar...

Imprensa: Queria dar-lhe uma oportunidade para defender-se de uma série de boatos a seu respeito que têm sido publicados. Seu estilo de dançar enquanto canta tem sido selvagemente criticado, mesmo por críticos costumeiramente gentis. Você tem algo a dizer contra eles?

Elvis Presley: Não, não mesmo. É apenas seu trabalho e eles o fazem.

Imprensa: Como você sente a reação dos jovens em relação a você, especialmente garotas? Elas sabem quem você é e daí por diante?

Elvis Presley: Bem, (risos) esta é uma pergunta um tanto quanto difícil...

Imprensa: Isto é realmente uma pergunta difícil, Elvis, porque todos sabem que a platéia fica louca por você. Existe algum tipo de relacionamento entre você e suas fãs?

Elvis Presley: Sim, convivo realmente bem com elas. Com todos os meus fãs. Na realidade, quando termino meu trabalho e vou para casa, eles me acompanham... trazem suas famílias, acampam ao redor de Graceland, principalmente nos finais de semana... e tiram fotos comigo.

Imprensa: Deve ser algo bem excitante.

Elvis Presley: É, sim, muito excitante e legal. É uma coisa saudável.

Imprensa: Você acha que o rock'n'roll e sua popularidade vão diminuir enquanto você estiver no exército?

Elvis Presley: É difícil dizer. Tudo que posso dizer é que espero que não...

Imprensa: Para você será um alívio se ver livre de caçadores de autógrafos e garotas histéricas?

Elvis Presley: Não. Quando você se acostuma a isso e ninguém chega para pedir autógrafos ou se ninguém o incomoda, você começa a se preocupar. Conforme eles começam a chegar, você sabe que eles ainda gostam de você, e isso o faz sentir-se bem.

Imprensa: Tivemos conhecimento de que você chegou às vias de fato com algumas pessoas. O que lemos nos jornais é verdade?

Elvis Presley: Sim senhor, eu imagino.

Imprensa: O que aconteceu? Você perdeu a paciência?

Elvis Presley: Foi somente um caso de bater ou apanhar, você sabe.

Imprensa: O que quem começado esses incidentes na maioria das vezes?

Elvis Presley: Alguém me bate ou tenta me bater. Quero dizer, posso aceitar tentativas de me ridicularizarem ou me caluniarem, inventam nomes e os dizem na minha cara e por aí vai. Contudo, alguns caras chegam e tentam me atingir. Naturalmente não posso ficar parado.

Imprensa: Qual é o seu esporte favorito Elvis?

Elvis Presley: Football (logicamente Elvis se refere ao futebol americano)

Imprensa: Você gosta de jogar Football?

Elvis Presley: Sim.

Imprensa: Onde foram tiradas aquelas fotos suas jogando football e que foram publicadas na revista de um fã clube?

Elvis Presley: Elas foram tiradas num campo perto de casa.

Imprensa: Fora dos limites de Memphis?

Elvis Presley: Sim.

Imprensa: E quanto a sua famosa coleção de Teddy Bears?

Elvis Presley: Ah! Isso tudo começou por causa de um boato. Foi publicado um artigo segundo o qual eu colecionava ursinhos de pelúcia e então me vi em um mar de ursinhos dados pelos fãs, teddys de todos os tipos. Na verdade, eu os guardo porque as pessoas me dão de presente, mas nunca cheguei nem mesmo perto de pensar em colecioná-los, em nenhum momento de minha vida.

Imprensa: Você gosta deles agora porque os tem ou apenas os guarda?

Elvis Presley: Eu os guardo. Tenho todos espalhados pelas paredes e cadeiras em toda a casa.

Continua...

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Elvis News - Elvis: A Life In Music / Um Grammy para Jailhouse Rock / Novos CDs / Robbie Williams e Elvis

Elvis: A Life In Music - Está sendo lançado em países de língua alemã o famoso livro escrito por Ernst Jorgensen intitulado "Elvis: ...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates