Home » » FTD King Creole

FTD King Creole

Infelizmente pouca coisa restou das sessões de gravação de “King Creole”. Por isso quando foi anunciado o lançamento do FTD King Creole não me empolguei nem um pouco. É de se lamentar pois a trilha sonora de King Creole teve uma gravação particularmente complicada com Elvis tendo que trabalhar com o maior número de músicos de sua carreira até aquele momento. A sonoridade de New Orleans exigia um arranjo de metais com vários instrumentistas ao mesmo tempo no estúdio e colocar aquele monte de gente em sincronia realmente não deve ter sido nada fácil. Mas Elvis sabia lidar muito bem com esse tipo de situação. Como sempre Elvis usava o bom humor e a descontração dentro dos estúdios para aliviar a tensão e a ansiedade do grupo. Contando piadas aqui e acolá, puxando conversa com os demais músicos o clima logo foi ficando do jeito que ele gostava, leve, animado. Em “King Creole” ele surgiu com um chapéu ao estilo Frank Sinatra que logo virou piada entre todos os que estavam ali. Alguns afirmam até que pouco antes das sessões começarem pra valer Elvis deu uma canja com alguns clássicos de Sinatra. Infelizmente esses registros não chegaram até nós! Obviamente Elvis cantou aquilo para criar um clima de camaradagem, onde nada era levado à sério mas mesmo assim seria muito bom ouvir Elvis tirando uma casquinha de seu eterno rival Sinatra.

E o que sobreviveu das sessões de King Creole? Pouca coisa realmente. As sessões foram longas e exaustivas e era de se supor que muita coisa fosse realmente gravada mas grande parte das fitas originais foram simplesmente perdidas ou apagadas, não se sabe ao certo. Assim além das versões oficiais que conhecemos sobrou pouca coisa e esse FTD King Creole retrata bem isso. Para compensar a falta de material o selo resolveu apostar numa edição caprichada com um livro recheado de fotos (algumas inéditas) e muitas informações impressas. Direção de arte muito caprichada e bonita. Claro que nada disso vai preencher a lacuna do que se perdeu mas dentro do possível é realmente o que podemos contar. Até mesmo “Danny”, a famosa música não usada na trilha, surge tímida. Aliás até hoje a exclusão de “Danny” do disco oficial causa debate. A canção não pode ser considerada uma das melhores coisas da trilha sonora mas tem seus méritos, principalmente na vocalização do grupo de apoio de Elvis. Já da versão do filme de “As Long As I Have You” que ouvimos aqui simpatizo bastante. A voz de Elvis praticamente sussurrada é um ponto alto, assim como “Lover Doll”, em versão bem simples, apenas com violão. De uma simplicidade cativante. Dois casos em que a simplicidade é tudo! Se as anteriores são caracterizadas pela singeleza o take 3 de King Creole peca pelo excesso. Há um exagero nos arranjos de metais ao fundo que torna a sonoridade estranha, pouco atrativa. Ainda bem que os produtores e Elvis perceberam isso e cortaram alguns instrumentos na versão oficial. E o que dizer do take 18 de King Creole? Parece outra canção tal a mudança em sua velocidade. Os Jordanaires estão mais presentes e Elvis parece não levar nada muito a sério – lá pela metade da gravação ele percebe que aquela melodia certamente não tinha nada a ver mesmo. Esse registro é curioso mas foi descartado logo. É um take alternativo que definitivamente não deu certo. O CD se encerra com a “Alma Mater” Steadfast, Loyal And True. Muita gente não gosta dessa música mas em minha opinião ela foi salva pela ternura e inocência típicas da década de 50. Enfim, é isso. Quem sabe um dia a sessão completa não venha a surgir por aí. Possa ser que os tais registros perdidos ainda existam. Aqui vale a máxima: “A esperança é a última que morre!”.

FTD King Creole
Original Album
1 King Creole – take 13
2 As Long As I Have You – take 10
3 Hard Headed Woman – take 10
4 Trouble – take 5
5 Dixieland Rock – take 14
6 Don't Ask Me Why – take 12
7 Lover Doll - take 7
8 Crawfish – take 7
9 Young Dreams – take 8
10 Steadfast, Loyal And True
11 New Orleans – take 5
     Material Bonus:
12 Danny – take 10
13 As Long As I Have You – (movie version) – take 4
14 Lover Doll (undubbed EP master) – take 7
15 King Creole (First version) - take 3 –16 Steadfast, Loyal And True (First version) – take 6
17 As Long As I Have You (unused movie version) – take 8
18 King Creole (First version) – take 18
19 Steadfast, Loyal And True (undubbed version)

Pablo Aluísio.

2 comentários:

  1. Pablo;

    Você já ouviu uma versão do Elvis para Blowing in The Wind, do Bob Dylan, em que ele, o Elvis, interpreta essa música uma oitava abaixo do tom, cantando quase num baixo profundo, com os musicos do coro cantando no tom natural.


    Você sabe em que disco posso encontrar essa raridade? Uma vez a ouvi num destes CDS gravados em MP3, mas a qualidade estava horrivel, e nem esse acho mais.

    ResponderExcluir
  2. Olá Serge,
    Essa música foi lançada oficialmente na discografia de Elvis no CD Box "Platinum: A Life in Music". É um registro maravilhoso sem dúvida. Abraços, Pablo Aluísio.

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes Tomorrow Never Comes (E. Tubb / J. Bond) - Um caso interessante em que o arranjo mais forte por part...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates