Home » » King Creole

King Creole


Trilha sonora do quarto filme da carreira de Elvis Presley. No Brasil foi intitulado como "Balada Sangrenta" e está disponível nas locadoras de vídeo. Este é considerado seu melhor momento no cinema como ator e se tornou o filme preferido do próprio Elvis. De certa forma Presley iria passar o resto de sua carreira cinematográfica lamentando não participar de um filme tão bem elaborado como este. O roteiro foi originalmente escrito para ser estrelado pelo astro James Dean, porém com sua morte o projeto foi cancelado. Pouco depois o produtor Hal Wallis resolveu levá-lo à tela com Elvis no papel principal e Michael Curtiz na Direção. Curtiz foi uma lenda do cinema norte americano tendo dirigido um dos maiores clássicos de todos os tempos: o filme "Casablanca" com Humphrey Bogart e Ingrid Bergman. Para tanto foram feitas algumas alterações no roteiro, como a mudança da estória de Danny Fischer que passou de boxeador para cantor nas horas vagas em um club de New Orleans, visando claro, adaptar a inclusão de Elvis no projeto. "King Creole" (balada sangrenta, 1958) foi um grande sucesso de público e crítica pois vários nomes influentes da imprensa teceram elogios à atuação de Elvis, sendo que este foi um dos pouquíssimos filmes do cantor em que ele não foi criticado severamente. Infelizmente Presley iria deixar seus dias de Marlon Brando para trás e a partir de 1960 iria estrelar várias comédias musicais que não iriam fazer jus ao seu talento, salvando-se neste período poucos momentos realmente memoráveis como "Viva Las Vegas" (amor a toda velocidade, 1964), "Blue Hawaii" (feitiço havaiano, 1961) ou "G.I.Blues" (saudades de um pracinha, 1960). "Balada Sangrenta" é o último filme de Elvis antes do cantor seguir rumo à Alemanha, onde iria cumprir seu serviço militar. Estas são as músicas do LP "King Creole" (LPM 1884):

KING CREOLE (Jerry Leiber / Mike Stoller) - Música Título do filme escrita pela dupla Leiber e Stoller. Como este filme é ambientado em New Orleans, os produtores providenciaram um conjunto de metais que caracterizasse o ritmo da Louisiana, o que faz este disco possuir um som único e singular dentro da discografia de Elvis. King Creole sem dúvida é uma de suas melhores trilhas pois a qualidade de suas músicas acompanhou o alto nível artístico do filme. Foram gravadas duas versões diferentes desta canção: uma no dia 15 de janeiro de 1958 e outra no dia 23 do mesmo mês. A versão presente no disco é a segunda. Foi lançada também num Extended Play intitulado "King Creole vol.1" em Setembro de 1958.

AS LONG AS I HAVE YOU (Fred Wise / Ben Weisman) - Música escrita pela dupla que iria compor a grande maioria das canções dos filmes de Elvis nos anos sessenta. Esta foi também lançada no EP "King Creole Vol.1" em Setembro de 1958 atingindo o primeiro lugar na parada norte-americana! Foram gravadas duas versões diferentes: Uma para o filme e outra que iria fazer parte da trilha sonora. Ambas foram produzidas no dia 16 de janeiro de 1958 nos estúdios Radio Recorders.

HARD HEADED WOMAN (Claude DeMetrius) - Esta foi lançada em single junto com "Dont Ask me Why" em Junho de 1958 atingindo o segundo lugar na parada da revista Billboard e primeiro na Inglaterra. Trata-se de um Rock'n'Roll rápido com um acompanhamento de metais que se sobressaem no conjunto. Foi gravada no dia 15 de janeiro de 1958. Aqui está um caso raro no mundo da música, um exemplo perfeito de "Jazz-Rock".

TROUBLE (Jerry Leiber / Mike Stoller) - A melhor música da trilha e também a mais conhecida. Trouble é uma preciosidade composta por Leiber e Stoller em que o ritmo e o conteúdo de sua letra caiu como uma luva para a estória do personagem Danny Fisher, um garoto correto que tenta sobreviver numa New Orleans infestada de Gangsters. Esta também foi utilizada no memorável "Comeback Special" de 1968 fazendo parte de sua trilha. Porém sem sombra de dúvida "Trouble" vai ficar imortalizada nesta versão gravada por Elvis no dia 15 de Janeiro de 1958. "Se você procura por encrenca, veio ao lugar certo!"

DIXIELAND ROCK (A Schroder / R Frank) - Deixe-se levar pelo balanço de Dixieland e aproveite esta linda canção que nos leva a um belíssimo arranjo de metais. Todos os momentos deste disco tem por finalidade nos levar a respirar o espírito jazzístico da Louisiana e esta música cumpre seu papel. A canção "Dixieland Rock" foi lançado num single britânico com "King Creole" no lado A atingindo o segundo lugar na parada de Vossa majestade.

DON'T ASK ME WHY (Fred Wise / Ben Weisman) - Abrindo o lado B do disco temos esta canção que foi lançado no único single norte-americano extraído do disco. "Não me pergunte o porquê" de ela ter sido escolhida para compor o compacto junto com "Hard Headed Woman" pois é fato notório que há músicas muito melhores na trilha. Digno de nota no filme é a atuação magistral do ator Walter Matthau, aqui interpretando um vilão, bem distante dos papéis de comediante que o imortalizaram para sempre. Na foto acima: Elvis e Matthau se enfrentam em "King Creole".

LOVER DOLL (S.Wayne / A.Silver) - Deliciosa música que sem dúvida é uma das melhores da carreira cinematográfica do Rei do Rock'n'Roll. Elvis a canta no filme com a finalidade de distrair os clientes e funcionários de uma loja enquanto membros de um grupo de delinqüentes furtam alguns objetos! De quebra o Rei encontra o grande amor de sua vida. Fez parte também do bem sucedido compacto duplo "King Creole vol.1". Canção composta para todas as bonequinhas do mundo.

CRAWFISH (Fred Wise / Ben Weisman) - Música que abre o filme e que Elvis divide os vocais com a maravilhosa cantora negra Kitty White. A letra trata de forma singela dos costumes culinários típicos de New Orleans. É o primeiro dueto da carreira de Elvis a aparecer em um disco oficial, posteriormente ele iria dividir os microfones com a estupenta Ann Margret em "Viva Las Vegas" (amor a toda velocidade, 1964) , com Juliet Prowse em "G.I.Blues" (saudades de um pracinha, 1960), com Nancy Sinatra em "Speedway" (o bacana do volante, 1968) e com Donna Douglas em "Frankie e Johnnie" (entre a loira e a ruiva, 1966).

YOUNG DREAMS (M.Kalmanoff / A.Schroder} - Mais um grande momento do disco que faz jus ao maravilhoso filme que é "Balada Sangrenta". Elvis, ou melhor Danny Fischer, a apresenta no night club num momento especialmente difícil para o personagem. Foi gravada no dia 23 de janeiro de 1958 em Hollywood. Um segundo EP extraído da trilha foi lançado em setembro de 1958 atingindo também o primeiro lugar com esta música incluída nele.

STEADFAST, LOYAL AND TRUE (Jerry Leiber / Mike Stoller) - Todo colégio norte-americano possui uma "alma mater" que é uma espécie de hino escolar. Pois bem, no filme Danny é desafiado a cantar por Walter Matthau para provar que ele realmente sabia cantar! A lamentar apenas o fato de a trilha só contar com três músicas dos geniais Leiber/Stoller. É um momento muito interessante do disco pois Elvis a canta praticamente sozinho o que faz sua voz se sobressair de forma brilhante.

NEW ORLEANS (S.Tepper / S.Wayne) -"Não há lugar como New Orleans" canta Elvis! Esta é uma ótima despedida para o disco fechando esta trilha com chave de ouro. Esta dupla de compositores iriam escrever praticamente todas as canções da próxima trilha do cantor "G.I.Blues" (saudades de um pracinha, 1960). Este também um dos maiores sucessos de Elvis no Cinema. Foi gravada no dia 15 de janeiro de 1958 em Hollywood.

Ficha Técnica: Elvis Presley (vocal) / Scotty Moore (guitarra) / Ray Siegel (baixo e tuba) / Bill Black (baixo) / D.J. Fontana (bateria) / Neal Matthews (baixo) / Bernie Matthinson (bateria) / Gordon Stocker (bongôs) / Dudley Brooks (piano) / Mahlon Clark (clarinete) / John Ed Buckner (trumpete) / Justin Gordon (sax) / Elmer Schneider (trombone) / Warren D. Smith (trombone) / Kitty White (vocal) / The Jordanaires (acompanhamento vocal) / Produzido por Steve Sholes / Arranjado por Steve Sholes / Gravado estúdios Radio Recorders, Hollywood / Data de Gravação: 15, 16 e 23 de janeiro de 1958 / Data de Lançamento: agosto de 1958 / Melhor posição nas charts: #2 (EUA) e #4 (UK)

Pablo Aluísio.

1 comentários:

  1. Avaliação:
    Produção: ★★★★
    Arranjos: ★★★★
    Letras: ★★★★
    Direção de Arte: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 8,6

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes Tomorrow Never Comes (E. Tubb / J. Bond) - Um caso interessante em que o arranjo mais forte por part...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates