Home » » Flaming Star - Parte 2

Flaming Star - Parte 2

A trilha sonora - Sempre que Elvis trabalhava na Fox seu grupo musical era educadamente colocado de lado pelos executivos do estúdio. Havia sido assim em Love Me Tender e a mesma situação se repetiria em Flaming Star. Scotty Moore, DJ Fontana e os demais sequer foram chamados, ao invés disso o produtor Urban Thielmann resolver escalar um grupo totalmente novo para acompanhar Elvis. Entre as novidades havia o guitarrista Howard Roberts e o baixista Michael "Meyer" Rubin. Da tradicional turma de Elvis em estúdio apenas o pianista Dudley Brooks e os Jordanaires no apoio vocal foram convocados. Elvis chegou ao estúdio com a expectativa de gravar apenas duas canções, que seriam justamente a música tema do filme e mais uma para que fosse apresentada em cena durante o filme. Porém para sua surpresa havia mais de sete canções na pauta! Ele começou os trabalhos com Black Star, depois uma a uma as demais foram sendo gravadas: Summer Kisses, Winter Tears (cortada da trilha e lançada cinco anos depois no disco Elvis For Everyone), Britches (que permaneceria inédita por muitos anos) e A Cane and a High Starched Collar (a escolhida para Elvis cantar durante o filme). As outras canções da pauta foram ignoradas por Elvis e jamais gravadas. Mesmo assim os trabalhos na trilha não foram definitivos, Elvis ainda retornaria aos estúdios para tentar uma nova versão de Summer Kisses, Winter Tears e em outubro ainda voltaria para gravar Flaming Star, já que o filme havia mudado de nome durante sua produção. Livre da parte musical do filme Elvis então resolveu se dedicar de corpo e alma a sua atuação como ator. Para dirigir o filme a Fox contratou Don Siegel, um diretor ainda considerado de segundo escalão no cinema, proveniente da TV que tinha como maior sucesso no currículo um filme B de ficção científica dos anos 50, que viraria cult ao longo dos anos, Vampiros de Almas. Na realidade ele só se tornaria um grande diretor nos anos que viriam, principalmente após sua parceria vitoriosa ao lado de Clint Eastwood.

Para contracenar com Elvis no filme foram contratadas duas atrizes, uma veterana e uma novata. A novata era Barbara Eden, ex-Miss San Francisco, que tinha como currículo pequenas participações na TV, entre elas uma pequena ponta na popular I Love Lucy e que no cinema só havia estrelado filmes B sem grande importância. Apenas cinco anos depois ela encontraria finalmente o caminho do sucesso ao estrelar a série I Dream of Jeannie (Jeannie é um gênio, no Brasil). A veterana era a mexicana Dolores del Rio, cuja carreira de sucesso vinha desde a chamada era de ouro de Hollywood. As filmagens transcorreram sem maiores incidentes com Elvis profundamente empenhado em dar o melhor de si como ator. A própria Barbara Eden relembra sobre o comportamento profissional do cantor no set: "Elvis tinha uma facilidade muito grande em atuar. Era completamente natural para ele. Em pouco tempo ele se incorporava no papel. Também foi a pessoa com a melhor educação que já conheci, ele tinha boas maneiras, sempre ouvia atentamente o que o diretor Siegel lhe transmitia em termos de instruções na cena, sempre estava aberto a novas sugestões e ao contrário de muitos atores isso não era um problema para ele. Ele não era um astro com um ego monumental, como muitos que encontrei ao longo da minha carreira. Eu sabia que ele queria apenas atuar no filme e não cantar, porém uma música foi encaixada no script e Elvis resolveu não fazer confusão sobre o fato. Ele era muito solícito". O filme foi lançado no final do ano, durante as festas natalinas, e Elvis recebeu boas críticas nos principais órgãos de imprensa, incluindo a prestigiada Variety. Infelizmente o público não respondeu à altura em termos de bilheteria, sendo que no saldo final o filme iria render bem menos do que seu antecessor G.I. Blues.

Para quem esperava um grande sucesso os números finais mostravam apenas uma bilheteria morna, sem grandes atrativos. A RCA Victor também não se empolgou com as músicas gravadas na trilha sonora e resolveu não editar um álbum e nem ao menos um single promocional do filme pois os executivos preferiam apostar em material convencional de estúdio para que os singles de Elvis fossem realmente competitivos nas paradas. Assim em relação ao material gravado para a trilha a RCA resolveu aproveitar apenas a música título Flaming Star e Summer Kisses, Winter Tears que amarradas aos recentes sucessos It´s Now Or Never e Are You Lonesome Tonight? fariam parte do compacto duplo "Elvis by Request". Seguindo o mesmo resultado do filme o lançamento em disco também traria um retorno morno, apenas 14º lugar entre os mais vendidos. De qualquer forma Flaming Star não seria tão facilmente esquecido assim e seu passo rumo a eternidade não viria da indústria do disco e nem do cinema, viria do mundo das artes plásticas. O artista Andy Warhol acabou escolhendo parte do material promocional do filme para criar uma homenagem a Elvis e sua carreira. Suas obras em silk-screen "Double Elvis", "Triple Elvis", e "Elvis 11 Times" acabaram se tornando mais famosos que o próprio filme que lhes deu origem e garantiu a Elvis e sua imagem no filme Flaming Star nada mais, nada menos do que a imortalidade artística.

Elvis Presley - Flaming Star (1960)
Flaming Star
Summer Kisses, Winter Tears
Britches
A Cane and a High Starched Collar
Black Star

Ficha Técnica: Vocais: Elvis Presley / Guitarra: Howard Roberts / Guitarra: Hilmer J. "Tiny" Timbrell / Baixo : Michael "Meyer" Rubin / Bateria: Bernie Mattinson / Acordeon: James Haskell / Piano: Dudley Brooks / Backup Vocals: The Jordanaires: Gordon Stoker, Hoyt Hawkins, Neal Matthews e Ray Walker / Produzido por Urban Thielmann / Engenheiro: Thorne Nogar / Gravado no Radio Recorders, Hollywood, California / Data de Gravação: 08 de agosto de 1960 / Data de Lançamento (Elvis by Request): fevereiro de 1961 / Melhor posição nas charts: # 14 (Billboard)

Pablo Aluísio

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Elvis Presley - Snowbird

Elvis Presley - Snowbird (G. Mac Lellan) - O álbum "Elvis Country" começa com uma música que curiosamente não foi gravada nas s...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates