Home » » Devil in Disguise / Please Don't Drag String Around

Devil in Disguise / Please Don't Drag String Around

Em Junho de 1963 Elvis lançou o single "Devil in Disguise / Please Don't Drag String Around". Um compacto simples de relativo sucesso que chegou ao terceiro lugar nos Estados Unidos e ao primeiro lugar na Inglaterra. Duas canções retiradas das sessões conhecidas como "The Lost Album". As músicas foram gravadas em maio de 1963 em Nashville com a clara intenção de compor um disco novo de Elvis que não fosse trilha sonora. Porém os executivos mudaram de idéia e começaram a utilizar todo o material como "Bônus Songs" em discos diversos, principalmente de trilhas de filmes. Em razão disso muitas músicas foram lançadas até 4 anos depois de terem sido gravadas. O material foi desperdiçado e grande parte dele passou em branco na carreira de Elvis - ótimas canções acabaram completamente ignoradas. Nos anos 90 a RCA reconheceu o erro cometido e uniu todas as canções em um mesmo CD denominado "The Lost Album". Antes tarde do que nunca!

Ouvindo essas faixas hoje em dia, tanto "Devil in Disguise" como "Please Don't Drag String Around", podem ser definidas como canções pop de ótimos arranjos e melodias. A voz de Elvis estava em bom momento, onde ele conseguia imprimir numa mesma faixa grande poder vocal como suavidade extrema. "Devil" teve maior repercussão porque tinha um refrão ao estilo pegajoso que grudava na mente de ouvinte quando a ouvia na rádio e não saia mais de sua cabeça. Obviamente Elvis também estava em sua fase mais açucarada, com o repertório sendo selecionado cuidadosamente para não chocar com sua nova imagem de cantor para toda a família que havia sido cuidadosamente construída por Tom Parker após Elvis retornar do serviço militar. Assim até mesmo canções que ousavam citar "Devil" (diabo) em seus títulos eram em última análise inofensivas e nada ousadas. Rock n roll? Esqueça, por esses anos Elvis havia se transformado no "genro preferido da América". Se antes do exército ele encarnava o rebelde transgressor que aterrorizavam as mães de suas fãs, agora Elvis cantava para garotinhas chinesas em seus filmes, explorando todo o seu suposto bom mocismo. Mais cândido do que isso impossível. "Please Don't Drag String Around" vai pelo mesmo caminho, embora considero essa como uma das mais simpáticas melodias cantadas pelo cantor por essa época. Um single, como já escrevi, muito agradável, embora musicalmente sem grande impacto no mundo da música.

Devil In Disguise (Giant - Baum - Kaye) - You look like an angel / Walk like an angel / Talk like an angel / But I got wise / You're the devil in disguise / Oh yes you are / The devil in disguise / You fooled me with your kisses / You cheated and you schemed / Heaven knows how you lied to me / You're not the way you seemed / You look like an angel / Walk like an angel / Talk like an angel / But I got wise / You're the devil in disguise / Oh yes you are / The devil in disguise / I thought that I was in heaven / But I was sure surprised / Heaven help me, I didn't see / The devil in your eyes / You look like an angel / Walk like an angel / Talk like an angel / But I got wise / You're the devil in disguise / Oh yes you are / The devil in disguise / You're the devil in disguise / Oh yes you are / The devil in disguise / Oh yes you are / The devil in disguise.

Please Don't Drag String Around (Blackwell - Scott) - You like to keep me dangling on a string / 'Cause you know without you my life don't mean a thing / So I beg you / Please don't drag that string around, oh no / Well, what if it should break / Oh, tell me, what would I do then / Keep that string up off the ground / Oh, yeah, remember my heart is tied to the other end / Yes, I’m your puppet, my heart is in your hand / One twist of the wrist and I jump to your command / So I beg you / Please don't drag that string around, oh no / Well, what if it should break / What would I do then / Baby, keep that string up off the ground / Oh, yeah, remember my heart is tied to the other end / I feel inside me, as sure as anything / One day I’ll mean more to you than a puppet on a string / So I beg you / Please don't drag that string around, oh no / Well, what if it should break / Oh, tell me, what would I do then / Keep that string up off the ground / Oh, yeah, remember my heart is tied to the other end.

Pablo Aluísio.

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes Tomorrow Never Comes (E. Tubb / J. Bond) - Um caso interessante em que o arranjo mais forte por part...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates