Home » » Um Estranho Chamado Elvis

Um Estranho Chamado Elvis

Um Estranho Chamado Elvis: O rei voltou, e para te salvar, em pesadelo bom com Keitel - "Um Estranho Chamado Elvis" é uma espécie de pesadelo bom: você perdeu sua mulher em um choque com um trem e decide sair por aí em seu Cadillac sem a porta esquerda, até que encontra um estranho pedindo carona no meio da estrada. O homem de meia-idade segura uma placa de papelão em que se lê "Graceland" _nome de mansão em Memphis e alvo de peregrinações dos fãs de seu proprietário, Elvis Presley. O "freak" sobe no carro e se apresenta: "Eu sou Elvis". OK, ele está diferente, mais baixo, com o topete ralo e, para um homem de 60 anos, em bem melhor forma do que o cantor aos 42, quando teria deixado este mundo (em 1977). Dá para acreditar que Elvis não morreu e está voltando para casa? Como num pesadelo, todo mundo ao redor parece não ter nenhuma dúvida de que, sim, o caronista (Harvey Keitel, de "Cães de Aluguel" e "O Piano") é mesmo o finado Elvis Presley. Menos o rapaz que o leva de carona até o Tennessee, Byron Gruman (Johnathon Schaech, de "The Wonders - O Sonho Não Acabou").

Seja quem for, o Elvis-Keitel vai se revelando um anjo protetor dos infelizes que rondam pelas estradas norte-americanas. Se Jesus ainda não voltou, o rei do rock está de novo na Terra para te salvar. A "missão" do "The Pelvis" redivivo é traduzida em uma frase de efeito: "Todo mundo precisa de um guia. Que importa que seja Jesus, Buda ou Elvis?". É isso aí. Em uma mesa de cassino, Elvis reencontra Marilyn Monroe (Bridget Fonda, de "Jackie Brown" e "Mulher Solteira Procura") e logo depois Clark Gable, Judy Garland, Humphrey Bogart e Sammy Davis Jr. _vividos por aquele tipo de gente que ganha o pão imitando astros de Hollywood já idos em shows kitsch pelo interior dos EUA. Não deixa de ser engraçado. Na hora da verdade, o rei tem de mostrar que ele é ele mesmo, subir ao palco e cantar. É o ápice da incrível interpretação de Harvey Keitel em um longa-metragem divertido que troca, no final, a melancolia dominante pelo melodrama. Pena. De qualquer maneira, foi feito para os fãs do homem. É genial "reencontrá-lo", a trilha sonora é obviamente impecável, Graceland se deixa ver por quem nunca pôde ir a Memphis. E lá nos créditos aparece a autorização "oficial": a viúva, Priscilla Presley, é produtora executiva da película. Ousadias que pudessem fazer o rei revirar-se na tumba não podiam mesmo estar no roteiro. - "Um Estranho Chamado Elvis" (Finding Graceland) - Direção: David Winkley - Produção: EUA, 1999 Com: Harvey Keitel, Johnathon Schaech, Bridget Fonda.

Elvis não morreu, pelo menos no cinema..
(London Times) - Um Estranho Chamado Elvis ( Finding Graceland, EUA, 1998). Direção: David Winkler. Byron Gruman (Jonathon Schaech) perdeu o ânimo pela vida, desde que sua mulher Beatrice (Gretchen Mol) faleceu. Decide viajar sem rumo pela estradas dos Estados Unidos e em uma de suas viagens, enxerga ao longe um homem vestido com uma jaqueta cor-de-rosa, segurando uma placa onde se lê "Graceland". O homem se apresenta com o nome de Elvis e insiste em dizer que é o próprio Presley -- apesar de não ser nem um pouco parecido com ele. Byron dá carona ao estranho e começa uma aventura, que o faz mudar seus sentimentos em relação a vida, ajudado por acontecimentos inusitados, como o encontro com uma sósia de Marylin Monroe (Bridget Fonda), em um cassino no Mississipi. O longa-metragem estreia amanhã aqui na Inglaterra e sem dúvida se tornará um grande sucesso, pois a terra de sua majestade é um dos maiores centros de adoração do superastro do Rock. O filme demonstra que Elvis Presley está mais presente do que nunca no mundo atual, seja através de sua música ou de sua imagem. Elvis Presley, o rei do Rock'n'Roll, você queira ou não, definitivamente é um dos maiores mitos do século XX.

Publicado no site EPHP em junho de 2000.

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes Tomorrow Never Comes (E. Tubb / J. Bond) - Um caso interessante em que o arranjo mais forte por part...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates