Home » » Feriado no Harém

Feriado no Harém

Título no Brasil: Feriado no Harém
Título Original: Harum Scarum
Ano de Produção: 1965
País: Estados Unidos
Estúdio: MGM
Direção: Gene Nelson
Roteiro: Gerald Drayson Adams
Elenco: Elvis Presley, Mary Ann Mobley, Fran Jeffries

Sinopse:
Johnny Tyronne (Elvis Presley) é um popstar que está viajando pelo Oriente Médio em uma excursão promocional para divulgar seu último filme, "Areias do Deserto". Uma vez que ele chega, no entanto, é seqüestrado por uma gangue de assassinos que estavam tão impressionados com suas aventuras na tela que querem contratá-lo para realizar um assassinato de verdade para eles. Ele recusa-se naturalmente, e depois de sua fuga ousada percorre seu caminho através do deserto de volta à civilização, parando de vez em quando para cantar uma ou duas músicas.

Comentários:
Como fã de Elvis Presley de longa data eu realmente gostaria de escrever aqui que "Harum Scarum" não é tão ruim como tanto se diz por aí. Infelizmente não posso! Sim, esse filme é péssimo, péssimo, péssimo! Não há outro modo de comentar. Chega ao ponto de abalar as estruturas de qualquer fã de Elvis, de qualquer idade. É uma produção tão pobre e medíocre em todos os aspectos (roteiro, atuação e direção) que ficamos até surpresos que Hollywood tenha conseguido divulgar e comercializar esse lixo. A MGM mais uma vez terceirizou a produção do filme para a companhia fundo de quintal Four-Leaf Productions. Eles por sua vez sequer tiveram a dignidade de realmente tocar uma produção de verdade em frente, criando cenários, figurinos etc. Ao invés disso pegaram o que havia de estocado dentro da própria MGM de filmes antigos e filmaram tudo com material emprestado. O problema é que o roteiro exigia uma ambientação exótica, do Oriente Médio, e isso deixou a pobreza e precariedade do filme ainda mais às claras, todos os menores detalhes e grandes defeitos de um filme simplesmente ridículo. O resultado disso se vê na tela. É aquele tipo de musical tão ruim que chega a dar de cabeça no espectador. Os fãs de Elvis certamente ficarão muito decepcionados com o resultado final. Esse é o lado mais constrangedor da passagem de Elvis por Hollywood. Se ainda não assistiu meus parabéns - e se quer um conselho de amigo, fique o mais longe possível dessa tranqueira! 

Pablo Aluísio e Erick Steve.

2 comentários:

  1. Pablo, eu por outro lado fico feliz que haver alguém como você que sabe construir uma frase dando a ela seu sentido correto quando você diz "Como fã de Elvis Presley de longa data eu realmente gostaria de escrever aqui que "Harum Scarum" não é tão ruim como tanto se diz por aí. Infelizmente não posso!", pois hoje é comum debiloides mentecaptos iniciarem uma frase assim, por exemplo: "eu gostaria de agradecer fulano de tal..." e realmente estar agradecendo, quando deveria finalizar, já que disse que gostaria, dizendo "mas não posso porque o tal fulano me ferrou". Coisas de nossa época obtusa, em que os vícios de linguagem e as americanizações (v9de os gerúndios mal aplicados) viraram regras do dia a dia.

    Mais uma vez. parabéns meu caro, você entende muito de Elvis e também de língua portuguesa!

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis News - Elvis: A Life In Music / Um Grammy para Jailhouse Rock / Novos CDs / Robbie Williams e Elvis

Elvis: A Life In Music - Está sendo lançado em países de língua alemã o famoso livro escrito por Ernst Jorgensen intitulado "Elvis: ...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates