Home » , » Paradise, Hawaiian Style - Parte 1

Paradise, Hawaiian Style - Parte 1

Agosto de 1966, o filme "Paradise, Hawaiian Style" (No Paraíso do Havaí, no Brasil) é lançado nos cinemas americanos. O filme foi filmado em locação nas ilhas havaianas de Oahu, Kauai e Mauí. Com direção de D. Michael Moore e produção de Hall Wallis pela Paramount, o filme tentava repetir o sucesso de fitas anteriores de Elvis nas ilhas do pacífico, mas o tiro saiu pela culatra e os resultados financeiros não atingiram as expectativas. Isso sem dúvida refletia todo o desgaste da carreira do cantor em Hollywood. O que escrever sobre "Paradise, Hawaiian Style"? Esse é um material tão inconsistente e falso que fica até difícil começar a apontar seus defeitos. Em primeiro lugar é um projeto que tenta imitar descaradamente Blue Hawaii (Feitiço Havaiano, 1961), aliás com a metade dos dólares gastos no filme anterior (ordens do Coronel). Elvis nem se importou muito em atuar bem e está visivelmente fora de forma. O filme, como muitos outros desse período foi realizado às pressas - em pouco mais de 2 semanas todas as cenas já estavam prontas e a equipe de filmagem de volta aos Estados Unidos. Tudo foi filmado praticamente de primeira, sem ensaio, sem cuidado, sem primor.

Nessa época parece que Elvis estava mesmo em uma espécie de coma criativo, engolindo tudo o que lhe era enfiado goela abaixo. Sua incrível intuição artística parecia morta e enterrada e o astro havia se transformado em um mero boneco na mão de diretores, produtores e roteiristas! Mas as más notícias não parariam por aí. Se não bastasse o filme ser extremamente ruim e inconsistente o "Rei" ainda seria jogado em um lamaçal de músicas ruins. "Paradise" é sem sombra de dúvida uma das piores trilhas sonoras de sua carreira (se não for a pior!). A faixa título é muito ruim, com péssima letra (com um verso pra lá de estúpido: "Puxa! Como é bom estar no 50º Estado!") E a partir daí é uma ladeira abaixo, com canções de mal gosto (Scratch My Back), infantis e maçantes (Datin) constrangedoras (A Dogs Life) e mal produzidas (Stop Where You Are). Nem This Is My Heaven consegue manter a dignidade. A única e honrosa exceção no meio desse pântano de músicas ruins e baratas é mesmo, como já foi dito, a bela canção Sand Castles. E por incrível que pareça ela foi a única cortada do filme! Como pôde acontecer uma coisa dessas? Realmente Paradise, Hawaiian Style é impressionante, pois até nisso eles se equivocaram. Não há muito o que comentar nesse momento opaco, depois dessa é melhor esquecer que nosso querido ídolo se envolveu em tamanho abacaxi, literalmente!

Paradise, Hawaiian Style (Giant / Baum / Kaye) - Realmente essa faixa tema é ruim demais. Se existisse um prêmio "framboesa de ouro" na categoria de "pior música tema de um filme de Elvis" essa levaria o prêmio fácil, fácil. Até o vocal de Elvis está estranho, muito contido e cantando extremamente mal, como se a master original estivesse fora da rotação normal. O ritmo é muito equivocado mas a letra é insuperável! "Como é bom estar no 50º Estado"!. Que bobagem é essa? Esse triozinho de compositores quando erravam a mão erravam mesmo pra valer! Terra arrasada mesmo! Péssimo em todos os aspectos!

Queenie Wahine's Papaya (Giant / Baum / Kaye) - Outra pérola trash! No filme Elvis divide os vocais com a garotinha pentelho Donna Buttersworth, que é engraçadinha, talentosa e bonitinha, mas que em nenhum momento do filme deixa de ser pentelhinha. Falando sério, vamos ser sinceros: colocar Elvis Presley, o Rei do Rock, numa cena abacaxi dessas, batendo em panelas já é demais! Alguém deveria ter tirado Elvis à força dos sets de filmagens desse filme! Nada contra Elvis dividir o microfone com uma criança, mas se pelo menos ela soubesse cantar! Seria pedir demais?!

Scratch My Back (Giant / Baum / Kaye) - Outra música que faz jus à total e absoluta falta de talento desse trio assustador que escreveu algumas músicas desse filme. A cena é ainda pior, pois Elvis tem que se abaixar de perfil ao se esfregar em algumas - minhas sinceras desculpas Fernanda Montenegro - "atrizes"! E nesse momento, como ele estava bem fora de forma, sua pancinha se sobressai de forma constrangedora. Complicado superar tamanha besteira! Sério, ninguém viu isso não? Nem vou escrever sobre a canção...

Drums of The Islands (Polynesium Cultural Center / S. Tepper / R.C. Bennett) - Bem, alguém deve ter pensado: Precisamos colocar alguma dignidade nessa trilha sonora, vamos escrever alguma coisa que preste! Então chamaram os compositores dos filmes "G.I. Blues" e "Blue Hawaii" para comporem e adaptarem um tema típico havaiano. Quase conseguiram, a bola bateu na trave. Se não é um primor, pelo menos traz Elvis em boa vocalização com uma boa equipe vocal o apoiando. Uma pequena pausa na mediocridade reinante.

Datin (J. Wise / R. Starr) - "Datin" é um caso interessante. Se você não se importar com a infantilidade do tema pode até mesmo se divertir com o ritmo alegre e sem pretensão nenhuma. Diversão pela diversão. Escapismo total mesmo. É um dos bons momentos da trilha, mesmo que seja bobinha, mesmo que a letra seja ingênua e pueril. No filme novamente a atriz mirim estraga a canção, mas felizmente a versão presente no disco só conta com a vocalização de Elvis. Pelo menos dessa vez o bom senso prevaleceu!

Pablo Aluísio.

3 comentários:

  1. Na próxima atualização conclusão do texto em Paradise, Hawaiian Style - Parte 2

    ResponderExcluir
  2. Letras - Paradise, Hawaiian Style - Parte 1

    Paradise, Hawaiian Style

    Hawaii, U.S.A., Hawaii..U.S.A..
    We're flyin', comin' your way
    Aloha, Hawaii U.S.A.

    Gee it's great, to be in that fiftieth state
    The land of enchanted dreams
    What an isle, where it's heaven tropical style
    Where love weaves a spell, it seems

    Hawaii, U.S.A., Hawaii..U.S.A..
    We're flyin', comin' your way
    Aloha, Hawaii U.S.A.

    Gee what fun, just to swim and surf in the sun
    While the trade winds caress the sea
    What a sight, those exotic scenes of delight
    Are waiting for you and me

    Hawaii, U.S.A... Hawaii... U.S.A...Hawaii... U.S.A...

    ----------------------------------------------

    Queenie Wahine's Papaya

    She sells sea shells by the seashore
    But I know a girl who sells so much more

    Queenie Wahine's Papaya rates higher than pineapple, pumpkin or poy
    Please pick her papaya put Queenie Wahine in perfect perpetual joy
    'Though some people's palates prefer pickled salads
    For pudding pick popcorn peach pie
    Oh Queenie's papaya you'll truly desire
    When that Queenie Wahine passes by

    Queenie Wahine's Papaya rates higher than pineapple, pumpkin or poy
    Please pick her papaya put Queenie Wahine in perfect perpetual joy
    'Though some people's palates prefer pickled salads
    For pudding pick popcorn peach pie
    Oh Queenie's papaya you'll truly desire
    When that Queenie Wahine passes by

    Queenie Wahine's Papaya rates higher than pineapple, pumpkin or poy
    Please pick her papaya put Queenie Wahine in perfect perpetual joy
    'Though some people's palates prefer pickled salads
    For pudding pick popcorn peach pie
    Oh Queenie's papaya you'll truly desire
    When that Queenie Wahine passes by

    ----------------------------------------------

    Scratch My Back

    One good turn deserves another
    Be my love, I'll be your lover
    It's all part of nature's laws
    If you'll scratch my back then I'll scratch yours.

    If you'll scratch my back then I'll scratch your back
    Like two peas in a pack, let's get rid of our itch together, Hmm

    Joy they say is in the giving
    Come on give, make life worth living
    Your welfare is my concern
    Do a favour for me, I'll do one in return

    If you'll scratch my back then I'll scratch your back
    Like two peas in a pack, let's get rid of our itch together, Hmm

    Scratch me now a little lower
    What a feeling do it slower
    That's it, Hmm you're getting hot
    Well I gotta admit, you just hit the spot

    If you'll scratch my back then I'll scratch your back
    Like two peas in a pack, let's get rid of our itch together, Hmm

    If you'll scratch my back then I'll scratch your back

    ResponderExcluir
  3. Drums Of The Islands

    Drums of the islands you're beating in my heart
    You're with me no matter where I roam
    If ever I wander if ever we're apart
    I know that you will lead me home

    If I should journey across the deep blue sea
    I'll never forget these coral shores
    Drums of the islands I hear you calling me
    And I'll return forever yours

    I love each valley each grain of sand each hill
    The flowers the music of the isles
    These are the things I love and always will
    Though I may roam ten thousand miles

    ----------------------------------------------

    Datin

    Datin' is a game that grown-ups play
    Datin' means acting in a silly way
    Datin' makes girls start wiggle walking
    Datin' makes a guy start baby talking

    Dizzy like children on a merry-go-round
    Grown-ups are the biggest kids I've found
    You'd think they belong in a baby carriage
    They're doing things that lead to marriage
    But don't you laugh at what they do, oh no
    'Cause some day you'll be datin' too

    Datin' makes a guy comb his hair just right
    His girl can mess it up when they kiss good-night
    Datin' makes you quarrel and say you'll break up
    And just because it's so much fun to make up

    Children can't wait to grow up but then
    They're datin and they're acting like kids again
    You'd think they belong in a baby carriage
    They're doing things that lead to marriage
    But don't you laugh at what they do, oh no
    Some day you'll be datin' too

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis News - Elvis: A Life In Music / Um Grammy para Jailhouse Rock / Novos CDs / Robbie Williams e Elvis

Elvis: A Life In Music - Está sendo lançado em países de língua alemã o famoso livro escrito por Ernst Jorgensen intitulado "Elvis: ...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates