Home » » Elvis Os Anos Finais - Parte 22

Elvis Os Anos Finais - Parte 22

A mistura de tantas drogas de uma só vez era um enorme risco e Elvis certamente arriscava sua vida todos os dias ao fazer uso de tantos medicamentos ao mesmo tempo. Elvis tinha plena consciência dos riscos que corria todos os dias, mas não se importava mais. O que realmente tinha importância para ele nessa fase final de sua vida era realmente ir a nocaute todas as manhãs e só acordar no final da tarde para fazer mais uma apresentação. Sua vida realmente se resumia nisso: fazer shows, ir para o hotel e desabar sob efeitos de drogas. Rick Stanley relembra: "Quando saía da cama havia uma grande quantidade de drogas excitantes. De um estado de torpor Elvis saltava rapidamente para um quadro de extrema agitação, após tomar as drogas! Ele ficava totalmente fora de ordem, ficava totalmente elétrico, matraqueando e falando sem parar, então seu médico tinha que novamente lhe aplicar algo para que ele voltasse ao normal."

O médico sempre ficava observando Elvis para ver como ele reagiria as doses que tomava pela manhã, se ele ficasse muito agitado não demorava muito e eles lhe aplicavam logo Valium ou qualquer coisa parecida e nesse vai e vem ele ficava 24 horas por dia medicado e muitas vezes perdia a noção das coisas, perdia a noção de tempo e espaço". Essa rotina, muitas vezes, fazia com que Elvis ficasse sem saber nem onde estava e nem onde se apresentava. Houve ocasiões em que ele entrou no palco sem nem ao menos saber em que cidade ou Estado estava! Não raras vezes se virava para Rick Stanley após o concerto e perguntava: "Onde estou?"

Depois de sofrer o primeiro ataque, seu médico particular se retirava do quarto. Então um terceiro assistente vindo diretamente da cozinha do hotel trazia sua última refeição antes de ir dormir: Três enormes chessburguers, dois ou três dos famosos sanduíches de banana, quatro a cinco bananas Splits, muita fritura e bacon, três a quatro refrigerantes, muitos doces e sorvetes... enfim, uma dieta nada saudável, um verdadeiro desastre nutricional para a saúde de qualquer pessoa. Não era por outro motivo que ele estava muitos quilos à frente de seu peso normal. Tudo era fruto da gulodice desenfreada do cantor, que nem mais se importava com sua aparência anormal e pesada no palco. Em relação à sua imagem pessoal, Elvis parecia não mais se importar. Ele estava gordo?! E daí?! Para o antigo símbolo de beleza masculina isso parecia não mais incomodar. Como muitos americanos de sua idade que nunca se cuidaram, Elvis era uma paródia triste da antiga imagem impecável que tanto impacto causou no passado. Considerado nos anos 50 um dos homens mais bonitos do mundo, Elvis agora só podia se lamentar e se entristecer ao se deparar consigo mesmo em frente ao espelho: pálido, gordo e envelhecido

Os anos de símbolo sexual há muito ficaram para trás. O que importava agora era se empapuçar de comida, até como uma forma de aliviar sua angústia e sua depressão cada vez mais crescente. A obesidade descontrolada de Elvis se tornava cada vez mais um sério problema para as organizações Presley, como bem relembra Rick Stanley: "A saúde de Elvis estava praticamente arruinada por seu estilo de vida. Elvis tinha hábitos alimentares realmente ruins. Todo mundo estava sempre tentando fazê-lo perder peso, mas era preciso ter cuidado ao fazer esse tipo de sugestão ou ele ficava furioso. Então sugeriram indiretamente, como, por exemplo, assegurando-se de que ele estava ao alcance do ouvido quando diziam a alguém coisas do tipo como: 'Eu tenho um amigo que perdeu um monte de peso comendo iogurte'. Então podia ser que mais tarde Elvis começasse a tomar iogurte. Ele arranjou aquelas pequenas vasilhas de iogurte com frutas, mas não adiantou porque ele comia 20 de uma vez e continuava comendo tanto quanto antes! A mesma coisa aconteceu com pêssegos. Red West lhe disse que pêssegos ajudava as pessoas a perderem peso rapidamente. A partir desse dia Elvis teve uma loucura passageira por pêssegos e comia esse tipo de fruta dia e noite. Mas não adiantou nada por causa de sua fome descontrolada. Ele comia uma dúzia de pêssegos de uma só vez e cuspia os caroços por toda parte, em todos os lugares. Algumas vezes ele os jogava no assoalho. Passou dos 113 quilos. Houve ocasiões em que tivemos que conseguir cintas de Saran Wrap, gigantescas mesmo, e apertar seu estômago! Aquilo tornava quase impossível a respiração. Na última parte de sua vida ele não estava realmente acertando muitas notas. Apenas as tartamudeava, indo através dos movimentos!".

Pablo Aluísio e Erick Steve.

2 comentários:

  1. Nossa! Eu li maioria dos textos a respeito dos últimos anos de Elvis e os relatos são chocantes! As primeira perguntas que surgiram na minha cabeça foram: como alguém que estava sempre rodeado de pessoas poderia estar tão sozinho nos momentos que mais precisava delas?! A próxima pergunta foi: Como o organismo de Elvis suportou tantos remédios?!

    Eu sei que se deve julgar ninguém, mas é difícil acreditar que ninguém conseguiu o ajudar a salvá-lo de si mesmo. Eu acredito que há pessoas que tentaram, mas não o suficiente, eles preferiam se calar para não confrontá-lo por medo de perder o emprego, mas conseguiam vê-lo se destruir aos poucos! Como já citaram aqui, Elvis não gostava de enfrentar seus problemas, a realidade, mas sim, conviver com eles. Na minha opinião faltou alguém que falasse a verdade, mesmo que levasse um chute na bunda depois. Afinal, Elvis estava mentindo apenas para ele mesmo. Não queria envolver nomes, mas não vou conseguir evitar. Já aviso de ante mão que não gosto de levantar polêmicas sobre o relacionamento de Elvis e Priscilla, mas tem uma coisa que não engulo de maneira nenhuma. Ambos relataram um bom relacionamento após o divórcio e tal. Tudo bem, eu acredito, mas o que me incomoda é que a Priscilla dizia e diz que ama o Elvis como nunca amou outro homem e bla bla bla, então porque ela ficou omissa eu relação a saúde do Elvis? Eu posso estar errada, mas eu nunca ouvi que ela foi visitá-lo e falou a dura realidade: Se tu continuar com esses remédios tu verá a tua filha crescer! Todo mundo sabe que Elvis amava a filha loucamente, assim como qualquer outro pai ama seus filhos. Tudo bem que eles se separaram e seguiram vidas diferentes, mas será que a Priscilla se distanciou demais mesmo sabendo do envolvimento do ex-marido com os remédios? Sabendo que Lisa manteria uma ligação entre eles pra sempre?

    Uma pergunta que vai me perseguirá para sempre é: Elvis se foi cedo demais por falha "humana", por falta de ajuda, ou, ele estava em um ponto de sofrimento tão profundo que realmente não tinha volta? Eu penso que se ele atingiu o tal ponto é que porque as pessoas de alguma forma as pessoas que estavam em volta dele deixaram.

    Encerro o meu comentário (que se tornou em desabafo)por aqui. Acho possível um fã de Elvis não se deixar afetar com todos esses relatos.

    Adoro as postagens do blog! Parabéns!

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá Glaucia,
    Obrigado pela participação e pelos elogios. De fato seu ponto de vista foi certeiro. Eu concordo plenamente com o que você escreveu. Penso da mesma forma. Faltou mesmo uma pessoa amiga, com coragem para enfrentar o terrível problema pelo qual Elvis passava. Alguém para lhe trazer de volta à realidade. Infelizmente as pessoas ao seu redor ou estavam aterrorizadas de enfrentá-lo de frente e perder em razão disso suas vantagens financeiras - a maioria delas afinal de contas vivia de Elvis - ou então não se interessavam mais em lhe ajudar. No caso da Priscilla ela realmente virou as costas, essa é a verdade. Com o divórcio simplesmente não quis mais se envolver em nada nos problemas de Elvis, como fica bem claro em sua biografia. De certa maneira lavou as mãos. É a triste hipocrisia humana se revelando mais uma vez. Abraços, Pablo Aluísio.

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis News - Elvis: A Life In Music / Um Grammy para Jailhouse Rock / Novos CDs / Robbie Williams e Elvis

Elvis: A Life In Music - Está sendo lançado em países de língua alemã o famoso livro escrito por Ernst Jorgensen intitulado "Elvis: ...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates