Home » » If I Can Dream / Edge of Reality

If I Can Dream / Edge of Reality

Esse Single celebrou a volta de Elvis ao sucesso e principalmente ao retorno a um material mais consistente, de qualidade. Por anos o cantor se dedicou a trilhas sonoras de filmes, algumas delas francamente infantis e juvenis demais. O problema é que Elvis não era mais um artista adolescente, mas um homem com mais de 30 anos de idade. Seus fãs também tinham envelhecido e não estavam mais dispostos a consumir bobagens. Por volta de 1968 Elvis finalmente decidiu voltar aos palcos, gravar material relevante e deixar a tralha de Hollywood para trás. Ao lado de "Memories" essa canção foi a única inédita apresentada no NBC TV Special. O curioso é que ela foi escolhida e gravada por Elvis mesmo a contragosto do Coronel Parker. O empresário queria que Elvis encerrasse o programa cantando alguma canção natalina. O produtor do especial Steve Binder achou essa realmente uma péssima ideia e acabou convencendo Elvis a gravar uma música mais de acordo com a realidade que o país atravessava. Afinal os Estados Unidos estavam atolados na Guerra do Vietnã, a questão dos direitos civis das populações negras fazia crescer uma constante tensão dentro da sociedade, inclusive eclodindo em movimentos violentos e o clima geral era de desalento entre os americanos. Nada poderia soar mais atual e antenado com os acontecimentos do que a letra dessa música. Para gravá-la Elvis entendeu que precisava de um clima adequado, bem especial. Para isso pediu que as luzes do estúdio fossem apagadas. Ele se sentou no chão - algo que nunca havia feito antes na carreira - e lá mesmo gravou o take perfeito, final, em meio a muita inspiração interior.

No lado B a RCA Victor resolveu enfiar a fraca "Edge of Reality". A canção era da trilha sonora do filme "Live a Little, Love a Little", ou seja, uma típica representante de um aspecto da carreira de Elvis que ele queria deixar para trás definitivamente. Alguns autores inclusive afirmam que Elvis Presley ficou extremamente aborrecido quando soube que ela seria encaixada como o outro lado de sua preciosa "If I Can Dream". Quando tentou reverter já era tarde demais, o single já estava confeccionado e rodando nas máquinas da empresa em Nova Iorque. Olhando para trás temos que concordar com Elvis, esse foi um Lado B realmente fraco e sem propósito. O ideal seria a dobradinha de inéditas do NBC com "If I Can Dream" no Lado A e "Memories" no Lado B. Além de ser perfeita para o consumidor, ainda poderia fazer frente aos singles dos Beatles que dominavam as paradas na época. Ao contrário da RCA o quarteto de Liverpool colocava grandes músicas em ambos os lados de seus singles, o que fazia com que os disquinhos explodissem em vendas no mercado. Quer um exemplo disso? Um mês antes de "If I Can Dream" chegar nas lojas os Beatles lançavam "Hey Jude / Revolution" no mercado. Dois clássicos absolutos, canções fortes e significativas, que entravam destruindo nas paradas. Mesmo Elvis renascendo das cinzas naquele momento era muito complicado para ele bater de frente com um lançamento desse porte! De qualquer maneira os fãs do velho Elvis  estavam contentes por ter novamente material de qualidade para comprar. O single de Presley fez sucesso e ganhou inúmeras resenhas elogiosas da crítica especializada. Era um alívio depois de tantos fracassos comerciais e matérias que destruíam seus mais recentes discos e singles.

If I Can Dream (Earl Brown) - There must be lights burning brighter somewhere / Got to be birds flying higher in a sky more blue / If I can dream of a better land / Where all my brothers walk hand in hand / Tell me why, oh why, oh why can't my dream come true / There must be peace and understanding sometime / Strong winds of promise that will blow away / All the doubt and fear / If I can dream of a warmersun / Where hope keeps shining on everyone / Well me why, oh why, oh why won't that sun appear / We're lost in a cloud / With too much rain / We're trapped in a world / That's troubled with pain / But as long as a man / Has the strength to dream / He can redeem his soul and fly / Deep in my heart there's a trembling question / Still I am sure that the answer gonna come somehow / Out there in the dark, there's a beckoning candle / And while I can think, while I can talk / While I can stand, while I can walk / While I can dream, please let my dream / Come true, right now / Let it come true right now / Oh yeah.

Edge Of Reality (Baum / Giant / Kaye) - I walk along a thin line darling / Dark shadows follow me / Here's where life's dream lies disillusioned / The edge of reality / Oh I can hear strange voices echo / Laughing with mockery / The border line of doom I'm facing / The edge of reality / On the edge of reality she sits there tormenting me / The girl with the nameless face / On the edge of reality where she overpowers me / With fears that I can't explain / She drove me to the point of madness / The brink of misery / If she's not real then I'm condemned to / The edge of reality / On the edge of reality she sits there tormenting me / The girl with the nameless face / On the edge of reality where she overpowers me / With fears that I can't explain / She drove me to the point of madness / The brink of misery / If she's not real then I'm condemned to / The edge of reality / Reality, reality, reality, reality, / Reality, reality, reality, reality.

Pablo Aluísio. 

5 comentários:

  1. Avaliação:
    Produção: ★★★★
    Arranjos: ★★★★
    Letras: ★★★★
    Direção de Arte: ★★★
    Cotação Geral: ★★★★
    Nota Geral: 8.9

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir
  2. Oi Pablo, tudo bem?
    Vc sabe dizer se na época do Elvis, a gravadora mais top era a RCA Victor? Ou tinha outra melhor que ela?

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. Havia três gravadoras que dominavam o mercado: RCA Victor, Capitol (que lançaria os discos dos Beatles nos Estados Unidos) e Emi-Odeon. A RCA era a maior, a, primeira a vender um milhão de cópias de um mesmo disco (de Mario Lanza) e ampla cobertura nacional nas rádios porque ela nasceu inicialmente como uma companhia aberta fundada por emissoras de rádio.

    ResponderExcluir
  4. Então o problema era mesmo os executivos mediocres da RCA né isso?

    ResponderExcluir
  5. A RCA cuidou bem da discografia de Elvis até mais ou menos 1964. Nesse ano eles não lançaram a trilha sonora de Viva Las Vegas em formato álbum, o que foi um absurdo que ninguém entendeu até hoje. Depois foi de desastre em desastre. Realmente a pior coisa que pode acontecer com um artista é ter executivos que não conhecem direito sua obra determinando seus lançamentos no mercado. Foi o que aconteceu com Elvis.

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes Tomorrow Never Comes (E. Tubb / J. Bond) - Um caso interessante em que o arranjo mais forte por part...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates