Home » , » Elvis Presley - Stranger in My Own Home Town

Elvis Presley - Stranger in My Own Home Town

Música: Stranger in My Own Home Town
Compositor: Mayfield
Álbum: Back in Memphis / From Memphis to Vegas From Vegas to Memphis
Data de Gravação: 17 de fevereiro de 1969
Local de Gravação: American Sound Studios
Produtor: Chips Moman, Felton Jarvis
Músicos: Elvis Presley (vocais e guitarra), Reggie Young (guitarra), Tommy Cogbill (baixo), Gene Chrisman (bateria), Bobby Wood (piano), Bobby Emmons (órgão), Ed Kollins (Harmonica).

Comentários:
E então chegamos no blues "Stranger in My Own Home Town". Certa vez o cantor de blues Howlin' Wolf encontrou Elvis por acaso nos corredores dos estúdios da RCA Victor em Nashville e foi logo dizendo: "Ei garoto, o que você pensa que está fazendo?". Elvis ficou um pouco assustado e Wolf completou: "Sua voz é do blues, você nasceu para cantar blues! Quero ouvir você no blues garoto!". Era pura verdade. Ao longo dos anos Elvis provou que tinha um incrível feeling para o blues, embora tenha interpretado relativamente  poucas canções nesse estilo. Uma pena, tanto talento desperdiçado em canções pop de filmes! Certamente teria sido melhor aproveitado se tivesse se dedicado mais para essas velhas cantorias de escravos à beira do rio Mississippi. Sim, porque o blues nasceu exatamente dentro desse contexto histórico, do lamento do trabalho pesado sob sol a pino nas plantações de algodão do sul. Já que Elvis adorava tanto a cultura musical negra de seu país era óbvio que mais cedo ou mais tarde ele iria também desaguar nas águas do blues sulista.

"Stranger in My Own Home Town" vai justamente nessa direção. A versão original é excelente. Gosto muito desse estilo mais sincopado, porém a minha preferida é a versão completamente envenenada que foi lançada pela primeira vez em 1995 no box "Walk a Mile in My Shoes: The Essential '70s Masters". Ali você pode sentir a vibração blueseira que estava rolando dentro do estúdio. O blues é aquele tipo de ritmo musical que você precisa sentir o que está cantando. É um gênero essencialmente sentimental, para se cantar com a alma aberta. Elvis conseguiu atingir esse ponto perfeito. É curioso que a música sequer estava na primeira lista de músicas que seriam gravadas naquela noite, mas Elvis curtiu muito a fita de demonstração que ouviu assim que chegou no American. Praticamente ele usou a gravação para se aquecer, uma forma de entrar no clima ao lado de sua banda. Todas as versões são excelentes, ainda mais pelo fato do produtor Chips Moman ter aceitado a sugestão de Elvis para que sua voz fosse afundada no meio do som do grupo, lá no fundo, quase inaudível. Para Elvis um bom blues tinha que sequer esse tipo de balanceamento. Nada de colocar sua voz em destaque. Isso nunca existiu nos velhos singles clássicos de blues. Elvis sabia disso. Os instrumentos em primeiro plano e o vocal mergulhado bem no meio da sopa sonora. Perfeito. Ele estava novamente certo. Ponto para Mr. Elvis Presley. Ouça e sinta-se como ele, um estranho em sua própria cidade.

Stranger in My Own Home Town
(Mayfield)

I'm like a stranger
Like a stranger in my own home town
I'm like a stranger
Like a stranger in my own home town

My so called friends stopped being friendly
Oh but you can't keep a good man down
Oh no, can't get him down

I came home with good intentions
About 5 or 6 years ago
I came home with good intentions
About 5 or 6 years ago

But my home town won't accept me
Just don't feel welcome here no more

My home town won't accept me
Just don't feel welcome here no more

I came home with good intentions
About 5 or 6 years ago, yes I did
I came home with good intentions
About 5 or 6 years ago
But my home town won't accept me
Just don't feel welcome here no more
I'm like a stranger, like a stranger in my own home town
Yeah, I'm like a stranger, like a stranger in my own home town
My so called friends stopped being friendly
Oh but you can't keep a good man down

I came home with good intentions
About 5 or 6 years ago, yes I did
I came home with good intentions
About 5 or 6 years ago
My so called friends stopped being friendly
Oh but you can't keep a good man down

I'm like a stranger, like a stranger in my own home town
I'm like a stranger, like a stranger in my own home town
My so called friends stopped being friendly
Oh but you can't keep a good man down.

Pablo Aluísio.

5 comentários:

  1. Avaliação:
    Produção: ★★★★
    Arranjos: ★★★★
    Letras: ★★★★
    Direção de Arte: ★★★
    Cotação Geral: ★★★★
    Nota Geral: 8.7

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir
  2. Sempre achei isso também da versão da caixa... É blues puro e cantado com alma.. Ali a gente concorda com a afirmação do Joe Cocker de que ele foi o maior cantor de blues do mundo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor versão da canção na voz de Elvis. Pena que segue pouca conhecida. Obrigado pela visita e comentário Rogério Saliba. Abraços.

      Excluir
  3. Acho que por conta da estrutura do Rock dos anos "50 ser igual do Blues com três acordes eu sempre vi, intuitivamente, o Elvis como um cantor de Blues.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O rock dos anos 50 é um caldeirão onde vários ingredientes foram reunidos, inclusive o blues.

      Excluir

Postagem em destaque

Elvis News - Elvis: A Life In Music / Um Grammy para Jailhouse Rock / Novos CDs / Robbie Williams e Elvis

Elvis: A Life In Music - Está sendo lançado em países de língua alemã o famoso livro escrito por Ernst Jorgensen intitulado "Elvis: ...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates