Home » » Discografia Brasileira - Elvis Presley 1969

Discografia Brasileira - Elvis Presley 1969

A partir de 1965 as trilhas sonoras de Elvis vendiam tão pouco no Brasil que a filial nacional da RCA simplesmente parou de lançar discos de Elvis no Brasil. Sua última trilhas sonora a chegar nas lojas brasileiras foi "No Paraíso do Havaí" em 1966. Vendeu poucas cópias. Depois disso nada mais foi editado em nosso país em relação a Elvis no quesito álbuns. Para o fã sobrava a única oportunidade de comprar um ou outro compacto que fosse lançado em nosso mercado. Isso demonstrava como Elvis estava por baixo nessa época.

Só três anos depois, justamente em 1969, é que a RCA Brasil finalmente se animou a colocar novamente um álbum (LP) de Elvis nas lojas. Foi justamente "From Elvis in Memphis", um disco que se saiu bem em vendas e foi muito elogiado pela crítica nos Estados Unidos. De repente não havia mais como ignorar. Elvis estava novamente em um bom momento na carreira e os responsáveis por seus lançamentos no Brasil soltaram o disco para venda ao público brasileiro. Era uma edição mais simples do que o bonito disco original americano, mas foram preservados pelo menos a excelente direção de arte do álbum Made in USA.

Muitos pensaram que seguindo a boa maré o álbum seguinte de Elvis, esse duplo, chamado "From Memphis to Vegas / From Vegas to Memphis" também seria lançado, mas como se tratava de um disco mais caro (por ser dois LPs) a RCA resolveu esperar um pouco e o tão aguardado álbum duplo só foi lançado nos anos 70. Era até comum os lançamentos atrasarem até um ano ou dois para serem lançados no Brasil, fruto do atraso industrial nacional daqueles tempos.

Já em termos de compactos (os chamados singles) o público brasileiro não teve muito do que reclamar. Em 1969 quatro compactos simples foram lançados em nosso país, seguindo rigorosamente a discografia americana. Foram os seguintes os compactos nacionais: "If I Can Dream / Edge Of Reality", "In The Guetto / Any Day Now", "Suspicious Minds / You´ll Think Me" e "Don´t Cry Daddy / Rubberneckin", Apenas dois singles americanos não foram lançados por aqui, "Memories" e "Clean Up Your Own Back Yard", muito provavelmente porque os executivos da filial brasileira não viram realmente potencial comercial neles. O outro single americano com as canções gospel "His Hand In Mine / How Great Thou Art" nem foi considerado pois eram apenas reprises.

Pablo Aluísio.

9 comentários:

  1. Elvis Presley - Pablo Aluísio
    Discografia Brasileira - Elvis Presley 1969
    Todos os Direitos Reservados.

    ResponderExcluir
  2. Pablo, por falar em discografia brasileira, uma coisa curiosa são as músicas que parece só terem feito sucesso no Brasil uma vez que eu nunca as vi em filmes, shows, etc. A primeiríssima dessas é a Kiss Me Quick e outra que me lembrei esses dia que é My Boy. Que coisa, não?

    ResponderExcluir
  3. Sim, algo bem curioso. Um exemplo disso foi a canção "Sylvia" do disco Elvis Now. Um enorme sucesso no Brasil, é praticamente desconhecida nos EUA.

    ResponderExcluir
  4. Boa, Sylvia é outra. Kiss Me Quick eu me lembro de no final da década de 60, inicio da década de 70, esperar por um programa de rádio a noite para ouvi-la de tanto que eu gostava desta música; o rádio tocava por voltas das 20:30 hs. e o interessante é que nesta época eu não sabia como era o Elvis fisicamente pois eu só viria vê-lo nos Festivais Elvis Presley na Sessão da Tarde, em que exibiam vários filmes dele durante toda a semana.

    ResponderExcluir
  5. Essas duas tocaram tanto no Brasil que encheram o saco! Uma vez conversando com um fã americano citei Sylvia. Ele mal conseguia se lembrar da música.

    ResponderExcluir
  6. A grande questão é que cantores de alcance internacional acabam criando seus próprios hits caseiros. Por exemplo, quem poderia dizer que na Índia a musiquinha "The Love Machine" do filme "Meu Tesouro é Você" é o maior sucesso de Elvis naquele país. Os covers indianos estão sempre apresentando a música que no resto do mundo é praticamente desconhecida e ignorada.

    ResponderExcluir
  7. pablo so para enriquecer sua pesquisa da discografia do elvis de 1969, aconteceu uma coisa inedita neste ano alguns discos de trilhas sonora foram relançados quais sejam: Elvis o Seresteiro de Acapulco, Louco por Garotas e No paraiso do Havay todos com as mesmas capas ( folha) mas com o selo laranja com GROOVE, pelas nossas pesquisas somente estas trilhas houve reedições neste ano . Nao entendemos por que estas trilhas não discobrimos documentos da filial nacional esplicando o motivo , inclusive se souberes de alguma coisa nos fale pois estes 3 relançaemntos são muito obscuros, mas curiosos.

    ResponderExcluir
  8. Os filmes de Elvis estavam começando a passar na TV brasileira. Com a promoção da exibição desses filmes a RCA resolveu relançar alguns discos. Em 1982 houve um lançamento em massa de LPs de Elvis (série Pure Gold) por essa mesma razão. Em 79 o Seresteiro de Acapulco foi lançado mais uma vez nas lojas brasileiras, mostrando que a RCA estava tentando faturar com os filmes de Elvis na TV brasileira.

    ResponderExcluir
  9. Pablo muito obrigado pelo apoio de conhecimento, a sua explicação tem todo o sentido. muito obrigado .

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis News - Elvis: A Life In Music / Um Grammy para Jailhouse Rock / Novos CDs / Robbie Williams e Elvis

Elvis: A Life In Music - Está sendo lançado em países de língua alemã o famoso livro escrito por Ernst Jorgensen intitulado "Elvis: ...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates