Home » , » Elvis Presley - And the Grass Won't Pay No Mind

Elvis Presley - And the Grass Won't Pay No Mind

Música: And the Grass Won't Pay No Mind
Compositor: Neil Diamond
Álbum: Back in Memphis / From Memphis to Vegas, From Vegas to Memphis
Data de Gravação: 18 de fevereiro de 1969
Local de Gravação: American Sound Studios, Memphis, Tennessee
Produtor: Chips Moman, Felton Jarvis
Músicos: Elvis Presley (vocal) / Reggie Young (guitarra) / Tommy Cogbill (baixo)  / Gene Chrisman (bateria) / Bobby Wood (piano) / Bobby Emons (orgão) / Ed Kollis (harmonica).

Comentários:

Elvis adorava Neil Diamond. Estava sempre conferindo o trabalho desse cantor e compositor nova-iorquino. O interessante é que tão absorvido ficou com o material que Diamond vinha gravando que ele mesmo resolveu fazer suas próprias versões em estúdio do material composto pelo colega músico. Um exemplo é essa faixa "And the Grass Won't Pay No Mind". Ela foi originalmente lançada como Lado B do single "Soolaimon". Elvis não gostava muito da canção principal, mas adorou seu Lado B. Por isso achou que a canção merecia um melhor destino, um tratamento mais digno. Assim na madrugada do dia 18 de fevereiro, quando o relógio já indicava 1 da manhã, Elvis começou a trabalhar com a canção ao lado de seus músicos. A sessão só chegaria ao fim às quatro hora da madrugada, com um Elvis bem satisfeito por seu resultado. Ele realmente se esforçou para dar um belo tratamento na criação de Neil Diamond. O resultado, como se pode perceber, superou e muito a própria gravação original de Diamond, algo que não era raro acontecer em se tratando de Elvis Presley.

A letra de "And the Grass Won't Pay No Mind" é no mínimo interessante. Os primeiros versos que dizem: "Escute, você pode ouvir Deus chamando / Andando descalço na correnteza" pode dar a falsa impressão que você está prestes a ouvir uma música gospel, mas não! O autor logo muda o rumo, entrando em uma mistura de música hippie de amor, com clara conotação até mesmo um pouco esotérica. O melhor da canção como um todo é a sua linda melodia, bem suave, calma e relaxante. Elvis a canta ternamente, algo que nem estava sendo usado muito na época por ele, já que para as sessões do American o cantor tinha optado por uma vocal mais incisivo e marcante. Uma bela faixa que a despeito de todas as suas qualidades acabou não sendo também muito bem trabalhada pela RCA Victor, nunca a transformando numa música de trabalho. Uma pena, uma música tão linda merecia melhor sorte, tanto na voz de Neil Diamond como na de Elvis Presley. De qualquer maneira ela venceu a barreira do tempo por causa de sua beleza ímpar.

And the Grass Won't Pay No Mind
(Neil Diamond)

Listen easy, you can hear God calling
Walking barefoot by the stream
Come on to me, Your hair's softly falling
On my face as in a dream
And the time will be our time
And the grass won't pay no mind

Saying nothing, lying where the sun is
Baking down upon our sides
My lips touch you, with their soft wet kisses
Your hands gentle in reply
And the time will be our time
And the grass won't pay no mind

Child, touch my soul with your cries
And the music will know what we've found
I, hear a hundred good-byes
But today I hear only one sound
The moment we're living is now
Now now now now now now now

Young bird flying, and a soft wind blowing
Cools the sweat inside my palms
Close my eyes, hear the flowers growing
As you lay sleeping in my arms
And the time will be our time
And the grass won't pay no mind
No the grass won't pay no mind

Pablo Aluísio.

6 comentários:

  1. Avaliação:
    Produção: ★★★★
    Arranjos: ★★★★
    Letras: ★★★★
    Direção de Arte: ★★★★
    Cotação Geral: ★★★★
    Nota Geral: 8.8

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir
  2. Interessante você falar "O Elvis adorava o Neil Diamond", porque no filme Elvis é Assim, antes dele começar a cantar Sweet Caroline, o Elvis fala "vou cantar essa música de um cantor ai, muitos gostam, eu não gosto (a plateia ri), mas, vamos lá".
    Quando vi isso eu não entendi se era uma gozação, tão comum, do Elvis; se era uma ironia, já que ele gostava muito; ou se era verdade e ele, debochado como era, falou o veio veio na hora.

    ResponderExcluir
  3. Era uma ironia por ele gostar muito do Neil Diamond. Ele gravou muitas músicas dele, a ponto de incomodar o Coronel Parker (que não queria pagar direitos tão caros em sua opinião).

    ResponderExcluir
  4. Ouvi DON'T THE GRES WONT NO PAY NO MIND e me lembrei. Adoro essa música e como com você disse, o Elvis a canta com voz coloquial, como em Dont Cry Daddy, e não com voz rascante, ou com a voz oitavada, tipo opera, como era normal na década de setenta Muito linda.

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis News - Elvis: A Life In Music / Um Grammy para Jailhouse Rock / Novos CDs / Robbie Williams e Elvis

Elvis: A Life In Music - Está sendo lançado em países de língua alemã o famoso livro escrito por Ernst Jorgensen intitulado "Elvis: ...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates