Home » » Elvis Presley - Elvis Studios Highlights 1969

Elvis Presley - Elvis Studios Highlights 1969

Logo em janeiro de 1969 Elvis iniciou as sessões que marcariam para sempre sua carreira. O local escolhido foi o American Studios, um pequeno estúdio de gravação localizado em Memphis. Seria a primeira vez que Elvis gravaria em sua cidade desde os tempos da Sun Records. Esse fato por si só já chamava a atenção dos que acompanhavam a carreira de Elvis desde o seu início, mas as novidades não paravam por aí. O grupo que acompanharia Elvis seria completamente renovado, composto por excelentes músicos contratados especialmente para atuar ao lado do cantor. Os antigos membros como Scotty Moore e DJ Fontana, além dos Jordanaires foram deixados de lado. A direção musical também mudaria de mãos, sendo comandada por Chips Moman e Felton Jarvis, que já tinha desenvolvido material interessante ao lado de Elvis anteriormente.

Qual afinal era a razão para tantas mudanças? Simples. A palavra de ordem era renovação - e urgente! Depois do sucesso alcançado por seu especial de TV no final de 1968 Elvis queria acima de tudo se renovar em estúdio, gravando material de qualidade para se tornar novamente um artista relevante. A própria escolha do American mostrava bem a intenção de Elvis. Tecnicamente o American passava longe de ser um local adequado, suas instalações não eram das melhores - alguns participantes relataram até mesmo ratos passeando pelo ambiente durante as gravações - mas no final nada disso importava. Elvis queria acima de tudo procurar a inspiração perdida há tantos anos e obviamente seria em Memphis que ele a reencontraria. Além disso o cantor não escondia que naquele momento queria certa distância dos estúdios de Nashville e da costa oeste. Nesses lugares Elvis foi obrigado a engolir algumas das músicas mais ridículas já compostas. O simples fato do American ser em Memphis já era um alívio para ele pois certamente a pressão vinda da direção da RCA seria bem menor.

A sessão no American também foi sua primeira "maratona" de gravação. Ao contrário do que ocorria antes Elvis agora entrava em estúdio para gravar uma grande quantidade de canções, sem nenhum tema específico as ligando entre si (como acontecia nas trilhas sonoras). O farto material depois seria selecionado e lançado pela direção da RCA em títulos diversos ao longo do ano. Esse sistema era muito interessante, pois dava uma grande liberdade de escolha de repertório ao artista, além de ser muito econômico pois as sessões realizadas de forma concentrada traziam menores custos. O sistema de "maratona" deu tão certo que seria fartamente utilizado por Elvis nos anos 70 e se tornaria padrão em sua carreira dai em diante.

Elvis por sua vez aproveitou muito bem esse sistema. Livre para escolher o que lhe agradava o cantor mostrou todo o seu ecletismo, passeando livremente por praticamente todos os gêneros musicais. Do Blues, passando pelo Country, indo de baladas sentimentais a temas mais incisivos, Elvis obteve sua retenção musical durante essas sessões. Sua empolgação era latente. Além disso logo se formou um clima ameno e amigável com o grupo que o acompanhava, tudo se traduzindo em excelentes canções gravadas. O resultado não tardou a aparecer. O primeiro single lançado trazendo músicas exclusivamente gravadas no American (com Suspicious Minds / You´ll Think Of Me) logo se tornou um enorme sucesso e deu a Elvis pela primeira vez em muitos anos a primeira posição entre os mais vendidos da parada Billboard! Isso sem esquecer os clássicos álbuns lançados nesse mesmo ano, todos também extremamente bem sucedidos nas paradas de sucesso.

De fato. Embora muitos creditem o renascimento da carreira de Elvis Presley ao sucesso do especial de TV realizado em 1968 a grande verdade é que esse só se tornou completo com as gravações realizadas em Memphis, no acanhado American. As sessões foram tão completas e satisfatórias que Elvis só entraria novamente em estúdio durante esse ano para gravar sua última trilha sonora, do filme Change of Habit. Depois disso Elvis nunca mais colocaria sua voz nesse tipo de projeto. Esse tipo de coisa era realmente algo para ser deixado para trás, era passado, algo que não cabia mais depois das ótimas músicas realizadas no American Studios. Depois de ouvir o resultado das sessões todos concordaram, tanto o público quanto a crítica, que finalmente Elvis havia reencontrado seu caminho. As portas para alguns dos anos mais inspirados da carreira do cantor estavam definitivamente abertas agora.

Pablo Aluísio.

3 comentários:

  1. Elvis Presley - Pablo Aluísio
    Elvis Studios Highlights 1969
    Todos os direitos reservados.

    ResponderExcluir
  2. Pablo, cadê o post de Change of Habit?

    ResponderExcluir
  3. Decidi que vou rever o filme antes de escrever um novo texto...

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes

Elvis Presley - Tomorrow Never Comes Tomorrow Never Comes (E. Tubb / J. Bond) - Um caso interessante em que o arranjo mais forte por part...

Pesquisar este blog

 
Copyright ©
Created By Sora Templates | Distributed By Gooyaabi Templates