quarta-feira, 8 de março de 2017

Elvis Presley - Divórcio e Depressão - Parte 3

O fim do casamento com Priscilla Presley representou também o fim de velhos sonhos para Elvis, um deles o de ter uma família unida e feliz. Mesmo que o casamento estivesse falido há anos, Elvis jamais pensaria em se divorciar de Priscilla por vontade própria. Ele tinha uma visão conservadora sobre esse tipo de relacionamento, além disso passou anos e anos moldando Priscilla para o que ele considerava ser a mulher ideal. Quando Priscilla arranjou um amante, Elvis entendeu que não havia como moldar ninguém na verdade. Não importava as boas intenções, o fim sempre dependeria única e exclusivamente da vontade do outro.

Para Elvis o pior do fim de seu casamento foi saber dos novos casos amorosos envolvendo sua esposa. Já era devastador saber que ela estava morando com Mike Stone, mas pior era ficar sabendo, por fofocas, que Priscilla continuava a também namorar outros homens, principalmente após o fim de seu romance com Stone. O golpe mortal em seu ego porém aconteceu depois quando Elvis tentou uma reconciliação com Priscilla e ela recusou. Ser recusado por Priscilla feriu ainda mais Elvis do ponto de vista emocional.

Essa crise só não teve um desfecho trágico porque curiosamente a carreira de Elvis começou a entrar em um ritmo alucinante de shows, filmes e discos. Parecia que sua carreira havia voltado a um pique de auge, como havia acontecido nos anos 50. Depois de anos em Hollywood o público queria ver novamente Elvis ao vivo e ele se entregou completamente aos anseios de seus fãs. Cumprindo uma agenda puxada, com muitas viagens e apresentações por todas as cidades da América, Elvis começou a ter sua mente ocupada pelos compromissos da profissão. Se ao contrário disso tivesse ficado trancado em casa, algo muito sério poderia ter acontecido.

Assim a pura verdade é que o trabalho salvou Elvis do pior. Embora ele já começasse a apresentar sinais de depressão por esse período, a necessidade de seguir em frente, fazendo concertos e shows, gravando músicas em estúdio. manteve Elvis em atividade, se ocupando sempre de seus afazeres profissionais. Tanto isso é uma verdade que a depressão de Elvis só começou a se manifestar com maior ênfase justamente nos intervalos de seus compromissos, quando ficava no ócio, sem ter o que fazer. Era uma confirmação da máxima que dizia "Mente vazia, instrumento do diabo". Percebendo isso o Coronel Parker começou a arranjar cada vez mais shows e shows, em uma agenda lotada, para que Elvis jamais ficasse de bobeira, pensando sobre os dramas de sua vida.

Pablo Aluísio.

7 comentários:

  1. Elvis Presley - Pablo Aluísio
    Elvis - Divórcio e depressão - Parte 3
    Todos os direitos reservados.

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho muito respeito pela capacidade empresarial da Priscilla em ter assumido como tutora da Lisa o espolio de Elvis e, não só tê-lo salvo da provável bancarrota, devido aos aproveitadores que haviam se aboletado em Graceland, como fazer esse espolio ressuscitar e multiplicar seu valor; ela foi espetacular neste quesito; porém não posso deixar de sentir uma certa repugnância por ela ter se tornado a viúva do Elvis sem nem sequer ser mais casada com ele na época da sua morte e, até por ter uma certa culpa nesta morte. É bem verdade que o Elvis errou muito com ela, mas o Elvis era O ELVIS e deuses são deuses. Se tornar viúva foi, no mínimo, meio desonesto por parte dela se levarmos em consideração o que ela também havia feito em termos de traição com ele, como você descreve acima. Essa viúves fake tira um pouco do brilho do bem feito que ela fez com a herança da Lisa.

    ResponderExcluir
  3. Certa vez, em um antigo fórum que mantinha sobre Elvis no yahoo, uma fã escreveu que Priscilla Presley era a "viúva Porcina de Elvis". Achei engraçado. Os mais antigos entenderão...

    ResponderExcluir
  4. Graças a Priscila temos tudo isso. Graceland é o que é hoje por causa dela. Sou fan de Elvis e dela também. Ele a fez sofrer demais, em seu "castelo".

    ResponderExcluir
  5. EU N SOU FAN DELA MAIS REALMENTE ELE A FEZ SOFRER MUITO MAIS DE UMA CERTA FORMA FORAM FELIZES UM POUCO EU ACHO MAIS ELA O TRAIU PRIMEIRO E POR AI FORAM UMA TRAIÇAO ATRAS DA OUTRA E O Q SABEMOS.

    ResponderExcluir
  6. Todo relacionamento com traição é realmente direcionado ao fracasso completo. No final só sobram mágoas.

    ResponderExcluir